Marcos Caruso e “As Pontes de Madison”, neste fim de semana na Unifor

 

Denise Del Veccio divide o palco com o ator na peça. /Foto: site a gente se vê no teatro

De bermuda xadrez, chinelos e camisa branca. Foi assim que Marcos Caruso recebeu a equipe do Labjor na tarde desta sexta (26/11) nos fundos do Teatro Celina Queiroz. Ele, que estreou como ator em 1973 e desde então não parou, conversou conosco sobre a peça As Pontes de Madison, em exibição até hoje (28/11) no Teatro.

Caruso contou como é interpretar um homem que se faz tão livre na peça, afirmando que todo aquele que interpreta precisa buscar dentro de si todas as qualidades e todos os defeitos do personagem. “Essa liberdade existe em mim”, disse ele, que afirmou ser muito curioso, gostar muito de viajar, tirar fotografia, percorrer estradas e conhecer pessoas.

Ele comentou que usou toda a sua curiosidade e relação com a liberdade para a construção do personagem. Em As Pontes de Madison, Robert Kincaid (Marcos Caruso) é um fotógrafo da National Geographic que se apaixona pela dona de casa Francesca (Denise Del Vecchio) quando ambos já têm suas vidas consolidadas.

O ator surpreende-se com a identificação dos jovens com a peça, visto que se trata de um amor entre pessoas maduras e, justifica, por ter sido um romance breve, se assemelha aos “ficas” que acontecem entre os jovens de hoje. O espectador de pouca idade se vê nos personagens, podendo, como eles, encontrar um grande amor em relações breves como essa.

A peça é uma adaptação do filme de mesmo nome lançado em 1995, em que Clint Eastwood e Meryl Streep interpretam os papéis hoje feitos por Caruso e Denise Del Vecchio. É através do olhar dos filhos de Francesca que a peça é retratada ao público, que descobre os segredos do romance. Eles encontram os diários de Francesca, que revelam esse amor breve e intenso vivido por ela no passado e guardado tão silenciosamente nas páginas dos diários.

Serviço

As Pontes de Madison
Dias: 26, 27 e 28 de novembro de 2010

Local: Teatro Celina Queiroz
Sessões: sexta e sábado, às 21h e domingo, às 19h
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)
Informações: 3477 3033 / 3175

Texto de Lia Girão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s