Unidos em favor da arte e permacultura urbana

Quando pessoas sensíveis percebem que têm poder de transformação, mudanças saudáveis, felizes e concretas, podem acontecer

Imagine um lugar no meio do Meireles dentre prédios e mais prédios, lojas, escritórios, fast-foods, e afins. Mentalize um espaço, dentre todas essas coisas urbanas, onde você pode apreciar uma praça com lagos artesanais que geram microclima.

Um jardim vertical com garrafas pet e teto vivo com plantas, teto esse que você pode até dar uma passeadinha, edificação de pneu, telhado de sucata, tudo com reaproveitamento de demolição. Lá, até a água que se utiliza no banheiro molhado é tratada para voltar limpa ao esgoto da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece).

Fotos: Internet

Imaginou? Pois esses lugares existem e são congregados pela ONG A Cura do Planeta, que começou suas atividades no ano passado, pelo entusiasmo de um grupo de amigos, interessados numa forma de trabalhar cuidando do planeta. A ideia é que a instituição fosse difusora da cultura de paz.

Para dar inicio ao seu trabalho, a Cura tinha duas perguntas base para o ser humano: ‘O que você come?’ e ‘Quem é você?’. Desde o inicio, a ONG tem como carro chefe da instituição a alimentação sem culpa, com beleza e também sabor. Otalibas Rocha, fundador da Cura do Planeta, diz que quando muda o que se consome como sustento diário, você acaba mudando também suas atitudes do dia-a-dia e seu corpo vai se adaptando às transformações.

Mas não é só “em casa” que o trabalho de conscientização é feito. Existe um projeto filantrópico com o supermercado Cometa, de onde eles recebem papelão e plástico para fazer reciclagem. Pra concretizar esse trabalho a Cura fez uma aula de educação ambiental com os funcionários do supermercado e mantém constante essa atividade de troca.

As parcerias não param por aí. Lembra da praça que falamos no começo? O trabalho de construção dessa “obra verde” , concluída este ano, foi feita em parceria com a Ong Leão de Judah, entidade que ajuda meninos e meninas de todas as idades na recuperação do vicio de drogas. A Cura contribuiu para a ressocialização de quatro desses meninos que trabalham junto com uma equipe na praça.

Você Sabia?

Essas formas artesanais de viver e outras mais fazem parte do que se chama Permacultura Urbana, conjunto de técnicas que auxiliam num modo de vida onde se transforma sem cortar, mexer ou maltratar os elementos naturais. Essas técnicas auxiliam na elaboração, na implantação e na manutenção de espaços produtivos que mantenham a diversidade, a resiliência e a estabilidade dos ecossistemas naturais, promovendo energia, moradia e alimentação humana de forma harmoniosa com o ambiente.

Jussara Holanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s