[Ferruccio Feitosa] Ceará tem grande potencial econômico após a Copa

Em 2014, Brasil será o anfitrião da Copa do Mundo. O evento impulsiona modificações nos estádios de futebol, mas, principalmente, na infra-estrutura básica das cidades-sede, como Fortaleza.  Além disto, muito dinheiro será investido para que o País esteja pronto para receber pessoas do mundo inteiro. É mais que um evento de futebol, é economia, principalmente.

O secretário dos Esportes  do Ceará, Ferruccio Feitosa, assegura que as obras em Fortaleza estão avançadas. De acordo com reportagem da revista Veja do dia 25 de maio, o estádio do Castelão é o que tem suas obras à frente no País. Mas há uma série de outras obras a serem concluídas. A maioria tem início previsto para o segundo semestre deste ano. Mudanças no aeroporto Pinto Martins, viadutos, melhorias em avenidas, os Veículos Leves sobre Trilhos, VLTs, são exemplos do muito que ainda tem de ser feito na cidade.

 

Após o burburinho do grande evento, vêm as consequências. Ferruccio está confiante. “Não só Fortaleza, mas a Região Metropolitana e o estado do Ceará têm tudo para dar um grande salto em termos de economia”.  Diz ainda que deve haver um grande legado que possa transformar-se em social,  econômico e de infra-estrutura. “O que a gente espera é exatamente isso: poder aproveitar ao máximo o evento”.

 

Confira a entrevista com o secretário concedida à aluna de Jornalismo Suellen Salles.

 

Ferruccio Feitosa, secretário dos Esportes do Ceará. // Foto: http://www.unifor.br

Houve divergências, por parte da oposição, para a criação de uma secretaria especial para a Copa e o senhor foi um dos que defendeu. Por quê?
Ferruccio Feitosa

: Olha, a gente tem de ver o evento Copa do Mundo como algo que vai além da questão esportiva. É o maior evento do planeta. E vai dar uma maior visibilidade ao Ceará. Nós vamos poder mostrar as belezas naturais, a culinária, o jeito todo especial do povo cearense, a hospitalidade. Nós vamos projetar o Ceará para o mundo todo. Então, a SECOPA (Secretaria Especial Da Copa) não é uma pasta que se restringe à área esportiva. Ela é muito mais ampla. A gente vai tentar maximizar os legados na área esportiva, na área social e na de infra-estrutura. É tanto que a gente está tomando sempre o cuidado de acompanhar as obras. E é uma secretaria que termina tendo uma abrangência. Então, são legados de infra-estrutura, sociais e econômicos. E nós também estamos trabalhando na capacitação de novas empresas para o Ceará. Nos mais diversos segmentos, tanto na área do comercio, na indústria, como até mesmo e, principalmente, na área do setor hoteleiro. Não pode se restringir somente à questão esportiva. É uma secretaria muito mais abrangente. O que, infelizmente, poucas pessoas pensam. Eu queria destacar que a Copa do Mundo, logicamente, não vem para resolver todos os problemas de Fortaleza, mas, por ser um evento de projeção mundial, tem como acelerar os investimentos e fazer com que muita coisa ocorra na cidade e na Região Metropolitana na área de infra-estrutura.

Como está o andamento das obras para o evento?
FF –

O que eu posso assegurar é que Fortaleza está avançada. Nós já queremos participar da Copa das Confederações em 2013, e, se possível, de todas as fases da Copa de 2014, não só dos jogos iniciais. Nós temos uma matriz de responsabilidade, que foi um documento público, assinado pelo o Governo Federal, pelo Governo Estadual e pela Prefeitura Municipal de Fortaleza. Então, ficou a cargo do Governo Federal a ampliação do aeroporto Pinto Martins e a construção do terminal de passageiros no porto do Mucuripe. Essas duas obras estão têm início previsto para o começo do segundo semestre de 2011 e finalizar no segundo semestre de 2013. Do Governo Estadual ficou o Veiculo Leve sobre Trilhos (VLT), que sai do Mucuripe e vai até a Parangaba. Vai passar por 22 bairros de Fortaleza, atendendo a rede hoteleira, porque mais de 80% da nossa rede hoteleira concentra-se na Avenida Beira Mar. Vai atender mais 60% das empresas de Fortaleza, pois estão concentrados nos 22 bairros onde vai trafegar o VLT e 20% da população de Fortaleza também estão concentrados nesses bairros. Portanto, é uma obra importante para acontecer em Fortaleza, para melhorar a questão da mobilidade urbana. A obra no Estádio do Castelão começou em dezembro de 2010, e está sob nossa responsabilidade.  Está em um ritmo super acelerado. Em agosto desse ano, a gente já finaliza a primeira etapa, que é o prédio novo da Secretária de Esportes e o pátio dos estacionamentos e a Praça Norte vai abraçar o estádio pelo lado Norte do Estado.  A perspectiva é a gente chegar em dezembro de 2012 com 95% da obra do Castelão já concluída, faltando somente acabamentos e que a gente deixou exatamente essa margem para dezembro de 2012, na última inspeção da FIFA, para, após isto, a gente já participar da Copa das Confederações. Então, as obras do Governo do Estado estão em um ritmo super acelerado, estão bem. Os contratos já foram assinados com a Caixa Econômica Federal, os contratos de financiamento de duas obras de transporte. O do estádio do Castelão também já foi assinado com o BNDS. Em relação às obras da Prefeitura de Fortaleza, nós temos melhorias na Via Expressa que são exatamente as passagens inferiores, são os túneis que serão construídos na Via Expressa que vai acabar com os cruzamentos, com semáforos e tornar a via verdadeiramente expressa. Tem também melhorias na Raul Barbosa, que é um viaduto sobre a Murilo Borges, exatamente também para acabar com aquele gargalo que é o cruzamento, onde tem o Cordeiro. E depois, alargamento da Alberto Craveiro que é a via principal que chega no Estádio do Castelão, tanto da área Norte da cidade, como saindo do Aeroporto Pinto Martins, e melhorias na Dedé Brasil e Paulindo Rocha. Todas essas obras urbanas são da competência da Prefeitura de Fortaleza, onde a Prefeitura também apresentou o cronograma, em que conta que as obras vão iniciar no segundo semestre desse ano e finalizam no primeiro semestre de 2013. Portanto, a maioria da obras têm a possibilidade de iniciar no segundo semestre desse ano.

 

Qual o diferencial do estádio Castelão em relação aos outros estádios do Brasil?
F F:

“>Primeiro, a localização é bem estratégica. Ele fica praticamente no centro geográfico da cidade Fortaleza. Onde ele está a 9km do Centro da cidade; 3,5km do aeroporto internacional; 4km de dois hospitais de urgência e emergência; 3km do hospital que é referência em tratamento do coração, inclusive do país, que é o Hospital do Coração em Messejana; 1,5 km do hospital que também é referência no País em traumatologia, que é o Sara Kubisheck; 10km da zona hoteleira de Fortaleza. E em termos de reforma, é essa aproximação do campo de jogo e também a coberta que nós vamos dar conforto e segurança aos torcedores, porque serão cobertos cem por cento dos lugares do Estádio do Castelão.

 

Qual foi o maior desafio enfrentado até agora para sediar a Copa de 2014?

Imagem do futuro estádio do Castelão, em Fortaleza. // Imagem: http://www.copa2014.org.br


FF:
“>Para conquistar a Copa foi uma luta. Foi muito trabalho. A gente tinha de mostrar as potencialidades de Fortaleza e trabalhamos fortemente. Mas eu posso dizer que o maior desafio agora é envolver a iniciativa privada e a sociedade no evento Copa do Mundo, porque não é do Governo Federal, não é do Governo Estadual e nem do Municipal. Não é dos políticos. O evento é de todos os brasileiros e é do povo cearense. É preciso que as pessoas despertem e vejam que a Copa do Mundo chegou, porque existem três momentos: o antes, que é quando todo mundo tem de se envolver, participar e ver em que pode contribuir e com que pode contribuir, inclusive vislumbrando a possibilidade de negócios antes da Copa.Tem o durante, que é colher resultados mais imediatos. Depois, tem o pós-Copa do Mundo, que é exatamente tudo aquilo que a gente vai buscar capitalizar por conta do evento. Então,  temos de fazer com que as pessoas se lembrem da Copa do Mundo no Estado do Ceará e no Brasil.

 

Em visita à Fortaleza, o deputado federal Romário afirmou que o Castelão será destaque dentre os estádios que sediarão a Copa. Mas criticou a Prefeitura de Fortaleza em relação às obras na responsabilidade dela. O que o senhor acha da afirmação?
FF:

“>Eu tenho, na verdade, de agradecer ao deputado Romário por ter enxergado a obra do Castelão de uma forma muito positiva. Ele conhece grandes estádios pelo mundo todo e elogiou bastante o equipamento. Em relação a essa crítica à Prefeitura de Fortaleza, acho que fica até complicado eu dizer alguma coisa, porque compete à Prefeitura rebater. Voltando um pouquinho no que eu disse sobre não podermos achar que a Copa do Mundo vai resolver todos os problemas da cidade, vamos lucrar com o evento e isso já é uma realidade em Fortaleza, porque está vindo um número maior de verbas. Mas ocorre é o seguinte: para o evento Copa do Mundo, só existe uma obra que é fundamental e indispensável, o Estádio do Castelão. Sem ele, não tem Copa do Mundo. É o palco de evento. Por esse motivo, São Paulo e Natal estão vivendo um drama, porque ainda não destacaram seus estádios. Então, as obras de mobilidade são muito importantes para o povo cearense. E é por isso que a gente tem torcido para que todas elas sejam executadas.

 

Com o término do mundial, quais impactos positivos e negativos ficarão para o Ceará?
FF:

“>Eu sempre vejo as coisas de uma forma bastante positiva. Eu acho que o Ceará, Fortaleza e a Região Metropolitana têm tudo para dar um grande salto em termos de economia. Por tudo isso que está surgindo na cidade, como a melhoria das vias, no serviço de transporte, na área de saneamento. Temos, agora, um equipamento para colocar Fortaleza na rota dos eventos nacionais e internacionais. Então, isso tudo vai aquecer a economia do estado do Ceará. E conjuga isso com o maior evento do planeta que vai gerar uma mídia enorme e vai fazer com que Fortaleza fique conhecida mundialmente. Então, com a Copa, nós vamos poder mostrar todas as potencialidades de Fortaleza. Não só as belezas naturais, mas, principalmente, a culinária e esse jeito todo hospitaleiro que é algo inigualável. Isso ganha um espaço enorme na mídia mundial e desperta o interesse de conhecer.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s