[Claquete] Filme ilustra extremos da humanidade

Dentre os vários momentos provocadores de Biutiful, a afirmação: “Não se pode confiar num homem faminto”, ilustra o cru sentido da estória. O argumento é de um personagem coadjuvante, que procura justificar o injusto. O filme, do mexicano Alejandro González Iñárritu, que também dirigiu “Babel” (2003) e “21 gramas” (2006), concerne à paradoxal desumanidade do homem numa civilização em que “tênue” é pouco para descrever a linha que separa o certo do errado.

Uxbal, personagem do ator Javier Bardem, enfrenta o cerne do problema ao ser forçado a lidar com as vicissitudes da vida, como culpa, solidão e a inevitabilidade da morte. Diante de tais questões tenta encarar as injustiças das quais faz parte, e que normalmente é conivente, vendo-se frente a dilemas éticos.

Javier Bardem interpreta pai heróico frente à contradições existenciais / Foto: Divulgação

O diretor volta, mais uma vez, a abordar o contexto da imigração ilegal e suas consequências sociais. E, novamente, mostra a coexistência quase onipresente entre feio e bonito, sensível e duro, bom e mau do caráter e das relações humanas. Além disso, incorpora elementos de reflexão espiritual.

É um filme difícil, porém belo pela forte substância emocional. E como assinalou Bardem em entrevista, o longa traz à tona assuntos dos quais, às vezes, é necessário que todos nós sejamos lembrados, como “compaixão, perdão e empatia”. Apesar do trágico, traz um sopro de esperança.

Ficha Técnica:

Biutiful, 2010 – 148 minutos
Direção: Alejandro González Iñárritu
Elenco principal: Javier Bardem, Maricel Álvarez, Hanaa Bouchaib, Guillermo Estrella e Eduard Fernández

Texto: Manoela Cavalcanti
(manu_satine@hotmail.com)

Orientação: Prof. Júlio Alcântara

Um comentário em “[Claquete] Filme ilustra extremos da humanidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s