Estilo libras para dançar

Até quem é privado da audição pode dar lições de como termos melhor aproveitamento da música. Exemplo disto é a dança em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Segundo Nilton Câmara, intérprete, professor e idealizador do Projeto Musicalidade em Libras, a proposta desafiadora consiste em levar música e dança ao cotidiano das pessoas portadoras de deficiência auditiva que, até então, eram vistas como alheias ao mundo musical.

Câmara adaptou os sinais utilizados na comunicação dos surdos às letras das músicas, seguindo o som das melodias, criando coreografias fáceis de serem interpretadas pelo público alvo ou por quem tenha interesse em aprender esta modalidade. No contexto da surdez, explica o intérprete, basicamente são três parâmetros usados para exprimir a tradução: as mãos traduzem a letra da música, o corpo transmite o ritmo e a expressão facial o sentimento. Podemos adaptar qualquer música ao estilo libras, eles entendem o significado porque conhecem a linguagem dos sinais. Veja o vídeo:

Segundo o idealizador do projeto, a ideia de gravar músicas traduzidas na linguagem própria dos surdos em DVD é inovadora no Ceará e no Brasil. Intitulado “Grandes momentos – Musicalidade em Libras”, a coletânea de músicas foi gravada pelo coral “Mãos que encantam”, grupo que Nilton Câmara regeu por quatro anos, formado por 30 surdos do Instituto Cearense de Educação de Surdos (Ices). Ainda segundo o especialista em libras, estudos comprovam a mudança positiva no comportamento, a percepção das vibrações musicais através do tato em superfícies solidas, estas podem ser são tão reais como o equivalente sonoro, por serem ambos processados na mesma região do cérebro.

A linguagem em libras propicia uma interação entre dois mundos do surdo e do ouvinte. A arte de se inserir na cultura surda, através de sinais que não são apenas gestos soltos e mímica. Segundo Câmara, são línguas com estrutura gramatical própria que são formadas pelos níveis linguísticos: Morfológico, fonológico, sintático e semântico. É possível desenvolver outros tipos de artes através dos sinais, recitar poemas, peças teatrais, enfim, a criatividade ganha outras dimensões no universo dos surdos. Eles se tornam mais participativos e inteirados na sociedade, devido o aprendizado em duas línguas, a escrita e libras, ficam mais independentes e confiantes para enfrentar o mercado de trabalho.

Texto: Gizela Farias 

(gizelafarias@gmail.com)

Orientação: Profª. Janayde Gonçalves

2 comentários em “Estilo libras para dançar

  1. Interessantíssimo, sobretudo por se tratar de mais uma iniciativa com vistas à inclusão das pessoas surdas, até bem pouco tempo marginalizadas, como tantas outras minorias em nosso país. Parabéns, Nilton Câmara!
    Cléria Saldanha

  2. Oi meu lindo,

    Parabéns pelo lindo trabalho!!!
    Deus te enviou!!!
    Deus te chamou para trabalhar!!!
    Deus te mostrou!!!
    Tuas mãos são enviadas por Deus!!!
    Parabéns pela força!!!
    Continua assim!!!
    Não desista nunca….

    Bjs.
    =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s