A arte nas coleções da estilista Ticiana Sampaio

Foto: Divulgação
A palavra arte, de acordo com o professor do curso de Belas Artes da Unifor , Carlos Velazquez,  decorre do latim ars, que significa “arma” no sentido de ferramenta e seu correspondente grego é techné, cujo o significado é técnica. Assim, na antiguidade, entendia-se por arte o resultado de uma aplicação técnica, da utilização racional de ferramentas, ou seja, tudo aquilo que foi transformado pelos humanos e não se encontra no seu estado natural. Neste sentido estrito, a moda, é uma arte.
A estilista Ticiana Sampaio considera a moda é algo apaixonante. Ela revela que esta entrou em seu caminho não como uma simples opção profissional, mas por uma descoberta surpreendente e realizadora. “Eu fazia faculdade de Direito. Estava no segundo semestre quando uma amiga quis prestar vestibular para moda e me chamou para fazer com ela. Passei, e os planos era conciliar as duas faculdades, mas a moda era vista como algo secundário. Entrei na faculdade e comecei a me apaixonar. Abandonei as aulas de Direito para me dedicar totalmente à faculdade de moda.”
Foto: Divulgação

A jovem empresária teve uma trajetória profissional bastante diversificada. Quando a estilista estava na metade da faculdade, surgiu um estágio como produtora de moda do Sistema Verdes Mares. “Era interessante, eu gostava, porque não tinha uma rotina fixa. Íamos atrás de roupas nas lojas para as repórteres, mas ainda não era o que eu queria, pois eu sempre gostei de criar, de produzir, desenvolver produto, montar fábrica”. Em seguida, surgiu a chance de trabalhar com o estilista Lino Villaventura. “Lá foi uma experiência maravilhosa. Eu fazia o que eu realmente gostava, pegava um tecido cru e desenvolvia a roupa”.

Após certo período de trabalho, a estilista quis ampliar seus estudos. Partiu para Londres com o objetivo de fazer cursos voltados para as técnicas de alta costura. Foi então que encontrou sua identidade criativa. Na volta da viagem, Ticiana Sampaio começou a trabalhar em casa, com apenas uma costureira. Ela realizava encomendas de vestidos de festa para as amigas, sendo este segmento da moda que a estilista mais se identifica.

“Sempre gostei de vestido de festa por que eu posso expressar minha parte criativa. Hoje a moda é de tendências em termo de tecidos, de cores, de comportamento. Você tem que seguir aquele patamar “.  Ticiane acredita que a arte é foco central do seu trabalho, pois a ajuda na composição de novas coleções. “Eu sempre viajo com uma máquina e qualquer coisa que eu acho interessante eu tiro uma foto. Adoro visitar museus. Pego as obras de Monet como inspiração para a cartela de cores da minha coleção, por exemplo. Muitas coisas da arte ajudam a desenvolver minhas criações. Eu faço essa coleta de imagens, informações, brainstorm e começo a transformar em roupas, volumes e texturas”.
Veja um pouco do trabalho de Ticiana Sampaio:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Texto: Marina Maia e Márcia Pessoa
Orientação: Profas. Adriana Santiago e Joana Dultra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s