[Claquete] Simples, porém complexo: Na natureza selvagem

(a cima) o real Christopher McCandless e Emile Hirsch na pele do personagem /Foto: Divulgação

Dirigido pelo também ator Seann Penn e vencedor de diversas premiações, dentre elas o Ghotam Awards (festival de filmes independentes) como melhor filme e o Globo de ouro por melhor canção, o longametragem Into the Wild – Na Natureza Selvagem – de 2007,  é uma aventura/drama criado a partir de um artigo publicado na revista Outsider, em 1993, pelo escritor estadunidense Jon Krakauer, que, cinco anos mais tarde, publicou o texto como livro.

O filme é baseado em fatos reais e retrata a história do jovem Christopher McCandless, interpretado por Emile Hirsch (Um show de vizinha, Alpha Dog e os Reis de Dogtown). Após se graduar com distinção pela Emory University, em Atlanta , no início da década de 90, o rapaz decide abandonar a família com quem tinha uma relação conflituosa, doar todo o dinheiro de sua poupança (cerca de US$24.000) e queimar qualquer outra cédula que estivesse em sua carteira, além de rasgar os documentos de identificação. O jovem adota então o nome de Alexander Supertramp e segue apenas com uma garrafa d’água, uma mochila com algumas roupas, livros e um diário, no qual anota cada passo da viagem. Perambula pela América do Norte em busca do seu destino principal: o Alasca.

Durante a expedição, McCandless conhece inúmeras pessoas, compartilha um pouco da experiência de vida com cada uma e, principalmente, levanta questões complexas, dilemas inquietantes sobre liberdade, felicidade, cultura, exercício do poder e, principalmente, convívio social, uma vez que a busca do jovem é completamente solitária.

Além disso,  Sean Penn acerta ao mostrar os impactos que provoca a escolha de McCandless, como o sofrimento da família por não receber quaisquer notícia dele por anos, o lado egoísta do jovem em largar tudo e não dar satisfação aos parentes, sem falar nas atitudes impulsivas e suas letais consequências.

A escolha da trilha sonora na voz de Eddie Vedder não poderia ter casado melhor com a fotografia bastante elaborada de Eric Gautier. Ambos, junto à excelente atuação de Emile Hirsch – que chegou a perder 15 quilos para encarar o personagem – aliados às narrações em off, que citam grandes pensadores como Lord Byron, conseguem transmitir com precisão, sem quaisquer exageros e apelação, o clima selvagem, intenso e complexo vivenciado por Supertramp ao longo de sua jornada.

Para aqueles que apreciam uma boa reflexão e não apenas mais um roteiro clichê, Na Natureza Selvagem com certeza irá agradá-los.

Veja o trailer:

Into The Wild (Na Natureza Selvagem)
Direção/Roteiro: Sean Penn
Elenco principal: Emile Hirsch, Marcia Gay Harden, William Hurt, Jena Malone, Catherine Keener, Vince Vaughn, Kristen Stewart, Hal Holbrook

Texto: Renata Frota
Orientação: Prof. Alejandro Sepúlveda 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s