[Claquete] Prelúdio de Alien está dando o que falar

O blockbuster americano Prometheus chegou aos cinemas há menos de um mês, mas já deu muito o que falar no mundo cinematográfico. Famoso por ser considerado o prelúdio de “Alien- O Oitavo Passageiro”, o filme conta a história de um grupo de exploradores que, a bordo da nave Prometheus, viajam para o distante planeta LV-223 com objetivo de entender a origem da humanidade.

Lançado em 1975 e dirigido por Ridley Scott, “Alien – O Oitavo Passageiro” foi um sucesso de bilheteria e aclamado pela críitica, logo se consagrando como referência em filme de ficção cientifica. Diversas continuações foram produzidas ao longo dos anos, porém foi somente no comando de Prometheus que Scott voltou a trabalhar com a franquia Alien.

Idealizado no começo dos anos 2000, inicialmente com objetivo de contar a origem de “Alien”, Prometheus só começou a ser gravado em 2010, com um foco diferente, o diretor afirma que o filme, apesar de preceder a história de Alien, não está diretamente ligado com a franquia. Ambos os longas-metragens se passam no mesmo universo e suas histórias se entrelaçam suavemente.

A trama se passa em 2089 e gira em torno dos arqueólogos Elizabeth Shaw (Noomi Rapace) e Charlie Holloway (Logan Marshall-Green) que, após reunirem evidências de civilizações passadas, são levados a acreditar que a origem da humanidade está ligada com seres de outro planeta. Porém ao chegarem ao misterioso planeta com a ajuda de uma equipe de exploradores, acabam descobrindo uma ameaça que pode causar a extinção da espécie humana.

Prometheus cativa por não ser somente mais um filme de ficção cientifica imerso em efeitos especiais. Baseado em teorias reais, o filme levanta reflexões sobre a origem da humanidade. Filmado em 3D, as texturas, os cenários e os efeitos são impecáveis, junto com a atuação de Noomi Rapace e Michael Fassbender, no papel do Androide David. Prometheus ainda carrega muitos aspectos semelhantes ao “Alien- Oitavo Passageiro”, como seu desfecho um tanto quanto previsível, porém termina com um gostinho de quero mais e, segundo o diretor Ridley Scott, é bem provável que uma sequência esteja por vir.

Texto: Lígia Franco
Orientação: Profa. Adriana Santiago

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s