[Série] Quanto você pagaria para assistir aos jogos da Copa do Mundo de 2014?

Matéria produzida pelos alunos da oficina de jornalismo 2012.1

Foto: Divulgação

“Juntos num só ritmo”. Nenhum outro slogan poderia definir melhor o estado em que se encontram torcedores dos quatro cantos do mundo. A expectativa para o maior campeonato mundial de futebol que acontece daqui a dois anos é gigantesca – principalmente para os brasileiros. A prova é tanta que algumas cidades do Brasil estão se transformando para receber esse grandioso evento. Em Fortaleza, a situação não é diferente. Obras de mobilidade urbana, cursos de capacitação, ampliação do comércio, criação de shoppings… Tudo isso para receber alguns dos jogos do campeonato com toda estrutura necessária para um evento deste porte. Mas quem terá acesso a essas partidas de futebol? Quanto valerá o passe para assistir de pertinho craques das mais diversas seleções mundiais?

“O ingresso será caro”, acredita fã de futebol
Fátima Barbosa, funcionária pública e torcedora nata do Brasil, acredita que não será fácil ter acesso aos jogos sediados no estádio Castelão. “Com certeza o preço do ingresso será caríssimo”, imagina Fátima. De acordo com as regras da Federação Internacional de Futebol (FIFA), os valores dos ingressos ainda não foram divulgados. Contudo, a Federação garante que “fará anúncios relevantes numa data vindoura”. O que se sabe é que a venda dos ingressos para a Copa das Confederações de 2013 deve ser iniciada após dezembro de 2012, enquanto a venda de ingressos para a Copa do Mundo da FIFA™ seja iniciada após a Copa das Confederações, no terceiro trimestre do próximo ano. Tudo isso para que sejam evitadas confusões entre torcedores, pois serão realizados dois eventos mundiais no País.

Dilma veta venda de preços populares

“Todos os brasileiros terão oportunidades iguais de acesso aos ingressos dos jogos”, garante a FIFA. Em 2011, a presidente Dilma Rousseff vetou o parágrafo que separava 10% dos ingressos para os jogos da seleção brasileira para venda a preços populares. A categoria englobaria idosos, estudantes e beneficiários do Bolsa Família. A presidente do Brasil alegou que, com a reserva de percentual para este público, diminuiria a oferta ao público em geral, o que prejudicaria a ideia democrática de distribuição dos ingressos.

Fonte: copadomundo.uol.com

Quanto você pagaria?
A estudante Lívia Romero discorda dessa estratégia. “Acho que deveria vender a preços populares sim, pois garantiria uma maior acessibilidade para todas as classes sociais! Acho que não existe essa coisa de “venda democrática” quando se fala de um país com tanta desigualdade social”, contesta Lívia. Ao ser questionada pelo Imagina na Copa. A sobre quanto pagaria por um ingresso de um jogo da Copa do Mundo de 2014, a estudante determina seu valor. “Acho que pagaria até uns 200 reais, mas dependendo também da seleção que vai jogar”.

Venda dos ingressos

Baseado na experiência de edições anteriores da Copa do Mundo, a FIFA, destinará um mínimo de 65% dos ingressos aos torcedores. A estimativa é de que três milhões de ingressos poderão estejam à disposição dos fãs para o acesso aos jogos. “Entretanto, o número final só poderá ser confirmado quando as configurações finais de estádio estiverem disponíveis.”, explica a FIFA. Este foi, aproximadamente, o número ofertado nas últimas ediçãoes da Copa do Mundo. A maior parte dos ingressos será vendida peloFIFA.com, o site oficial da Copa do Mundo. Contudo, haverá também pontos de venda espalhados em todo o Brasil, como forma alternativa para os fãs do futebol.

Texto: Taís Lopes e Marina Alves
Orientação: Profa. Adriana Santiago

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s