[Série] Transporte urbano em Fortaleza

Matéria produzida pelos alunos da oficina de jornalismo 2012.1

Fortaleza vive atualmente grandes problemas no transporte urbano. A cidade tem mais de dois milhões de habitantes e a frota constituída de ônibus, táxis e trens não mudou em relação a anos atrás. As linhas de ônibus são operadas por empresas particulares, sendo concessão do município de fortaleza. De acordo com o Sindionibus, existem 1950 veículos urbanos na cidade, com idade media de 4,39 anos. O município de Fortaleza mantêm também uma tarifa de ônibus com preço de R$ 2,00 e R$ 1,00 (estudante), além da tarifa social de R$ 1,00 para todos nos fins de semana.

Os táxis também são em grande quantidade, que não atendem a população. Além disso, as tarifas são caras, portanto apenas uma parte da população, que tem o maior poder aquisitivo pode usá-los. Os trens serão substituídos quando o metrô estiver em funcionamento. Hoje fazem a linha da Praça de Castro Carrero até a Parangaba. Costumam ser usados pela parte da população mais humilde, pois possuem uma tarifa baixa.

A construção do metrô foi pensada para atender a população da capital e a obra já se estende por dez anos. A linha sul do metrô, que vai da Vila das Flores em Pacatuba até o centro da cidade, será a primeira rota a ser inaugurada, provavelmente ainda este ano. Até a copa do mundo de 2014, deverá estar concluída a linha oeste e leste, pois a cidade recebe um fluxo maior de turistas. Fortaleza já iniciou as obras de mobilidade urbana com os recursos do PAC, do Estado e do Município.

Texto: Vivian Roriz
Orientação: Profa. Adriana Santiago

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s