Bicicleta como meio de transporte diário

Foto: Samara Costa

Carros, trânsito, engarrafamento, uma das vantagens claras de se usar a bicicleta é escapar do estresse que é trafegar por Fortaleza. Além de ser beneficial a saúde, e polpar a camada de ozônio de mais um carro liberando no ar gases tóxicos.

O que muitos ciclistas, motoristas e pedestres não sabem é que há leis para regulamentar o tráfego de bicicletas. Como por exemplo que o ciclista deve sempre andar ao lado direito da faixa, apesar de muitos andarem na mão contrária dos carros para facilitar sua visibilidade.

Yvanna Guimarães, estudante universitária, explica porque decidiu usar a bicicleta diariamente, “Eu passei a usar a bicicleta como meio de transporte porque moro perto do meu trabalho (3km) e demorava em torno de 20 minutos pra chegar lá de ônibus e 40 em horário de engarrafamento, como 6 da noite. Com a bicicleta, demorava 15 minutos e ainda me divertia, conhecia outras nuances da minha vizinhança, fazia amizade.” Há também pessoas como Rildevar Silva, professor de música, que levou em conta não só o tempo perdido no trânsito “Decidi usar a bike diariamente a pouco mais de 2 anos. Também como modo de fazer exercícios freqüentes.Hoje pedalo todos os dias pra ir ao trabalho e aos domingos sempre me encontro com um grupo pra fazer uma pedalada longa pela cidade”. E Amudson que usou como decisão o bolso “Quando ia de carro para o trabalho gastava com combustível e estacionamento. Comecei a fazer o trajeto de bike percebendo a economia durante uma semana de trabalho. Sem falar do stress que enfrentava nas ruas do Centro de Fortaleza”.

Segundo nossos entrevistados os maiores obstáculos para os ciclistas de Fortaleza são a falta de educação e conhecimento dos motoristas e outros ciclistas, o calor de nossa cidade, a falta de cliclofaixas ou ciclovias. Rilvas e Yvanna usam bicicletas até hoje, mas já sofreram pequenos acidentes devido a motoristas irresponsáveis, que se utilizam de conduta condenada pelo código penal de trânsito brasileiro. Eles dão dicas para aqueles que pretendem começar, como: comprar equipamentos de segurança para a bicicleta, manter a bike sempre em bom estado de conservação (freios regulados, pneu e câmeras novos, sem folgas na engrenagem).

Para entender melhor o que a lei diz sobre esse assunto, veja abaixo o vídeo com a professora de direito ambiental da Unifor, Geovana Cartaxo, a partir do minuto 6:20. (O vídeo foi feito pelo programa Pense Verde da TV Unifor e tem como tema o Cicloturismo, viagens feitas com o de bicicletas.)

Texto: Bárbara Guerra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s