Cadê o Plano de Mobilidade Urbana?

Na avenida Paulista, uma das principais vias de São Paulo, homens-placa carregaram mensagens com #cadê, mote da campanha do Greenpeace que convida os brasileiros a pensarem a mobilidade urbana brasileira. Foto: Greenpeace/Otavio Almeida
Na avenida Paulista, uma das principais vias de São Paulo, homens-placa carregaram mensagens com #cadê, mote da campanha do Greenpeace que convida os brasileiros a pensarem a mobilidade urbana brasileira. Foto: Greenpeace/Otavio Almeida

Plano de Mobilidade Urbana (PMU) tem como finalidade a criação de uma infraestrutura que atenda a demanda dos transportes nas grandes capitais brasileiras, dada a partir de uma forma integrada e estratégica. Essa iniciativa vai desde a implantação de faixas exclusivas para ônibus, até o surgimento de ciclovias e avenidas.

Com a chegada da Copa do Mundo, as cobranças em busca do Plano de Mobilidade Urbana foram intensificadas. O estádio Castelão, em Fortaleza, foi o primeiro a ser concluído no Brasil, contudo ainda restam muitas obras para serem terminadas. As reformas ainda não ultrapassaram nem 30% do que foi acordado. Segundo a Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Infra-Estrutura (Seinf), apenas duas das seis obras negociadas serão entregues até a Copa das Confederações.

Banner de 10 metros de comprimento em passarela da Radial Leste, São Paulo, cobrou a implementação de corredor de ônibus no local. Foto: Greenpeace/Otavio Almeida
Banner de 10 metros de comprimento em passarela da Radial Leste, São Paulo. Foto: Greenpeace/Otavio Almeida

Com isso, no dia 10 de abril de 2013, o Greenpeace iniciou sua campanha, com a finalidade de acompanhar o projeto de mobilidade urbana das cidades. Os organizadores foram para as ruas da capital Paulista a fim de cobrar o desenvolvimento das obras prometidas, mas que não foram cumpridas. “No viaduto Guadalajara foi estendido um “banner” com dez metros de extensão com a seguinte frase “ Cadê o corredor do ônibus que poderia está aqui?”.

A partir disso, o Greenpeace oferece, em seu site oficial, todas as informações sobre o tema e exibe o panorama de como estão sendo construídos os Planos de Mobilidades Urbanas. Além disso, o cidadão pode participar ativamente da campanha, por meio da cobrança das ações efetivas do Governo.

Texto: Thaís Barbosa

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s