Cipa garante segurança aos funcionários da Unifor

Domingo, 28 de abril, foi o dia mundial em memória às vítimas de acidentes e doenças contraídas no ambiente de trabalho. Para garantir a segurança aos trabalhadores no trabalho, as empresas mantêm um órgão de profissionais denominado Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), que funciona de acordo com sua natureza e quantidade de funcionários.

Criado a partir da necessidade de proteger os funcionários de acidentes e doenças que possam sofrer no ambiente de trabalho, o SESMT foi estabelecido pela Norma Regulamentadora 04 da Consolidação das Leis do Trabalho. O serviço é um órgão de profissionais que coordena, orienta e administra as atividades da Comunicação Interna de Prevenção de Acidentes, mais conhecida pela sigla Cipa.

Engenheiro da SESMT, Jorge Luis Maciel. Foto: Thiago Gadelha
Engenheiro da SESMT, Jorge Luis Maciel. Foto: Daniel Brainer

“O SESMT realiza atividades técnicas, na área da medicina, elaborando diferentes tipos de  exames. O funcionário, ao mudar de cargo, precisa fazer novos exames. Se algum setor tem níveis de ruído, é feito um monitoramento de ruído. Nas gráficas que utilizam produtos químicos em seus serviços também é feito um monitoramento”, explica Jorge Maciel, engenheiro da SESMT na Unifor.

Na Universidade de Fortaleza, o SESMT é formado por 1 engenheiro, 2 técnicos de segurança do trabalho, 1 médico do trabalho e 1 auxiliar em enfermagem. Esses profissionais cuidam da área técnica, viabilizando medidas de segurança.

O que é Cipa?

Técnicos da Segurança do Trabalho da Unifor. Foto: Thiago Gadelha
Técnicos da Segurança do Trabalho da Unifor. Foto: Daniel Brainer

É a comunicação interna de prevenção de acidentes dentro de uma empresa, integrando funcionários comuns, que reúne representantes dos empregados e do empregador. A empresa é obrigada a compor a quantidade estabelecida pela norma regulamentar NR – 5.

Os “cipeiros”, ou agentes multiplicadores, como são chamados, recebem um treinamento de 20 horas para que, no dia a dia, possam identificar problemas na segurança, orientar os funcionários e informar ao SESMT.

Os membros têm dois anos de estabilidade funcional temporária no emprego, não podendo, durante esse tempo, ser demitido sem justa causa. Um ano ele cumpre o mandato, no seguinte ele tem estabilidade. O “cipeiro” pode reivindicar melhorias sem correr o risco de ser despedido.

Eleição

A integração dos funcionários na Cipa para representarem empregado e empregador, se realiza por meio de eleições anuais. Neste ano, os funcionários da Unifor escolheram os seus representantes do mês de abril.

Sipat
A Semana Interna de Prevenção de Acidentes (Sipat) está entre as atribuições da Cipa. Mensalmente, os membros da Cipa se reúnem e as funções de fiscalização são desenvolvidas durante o ano. São feitos cronogramas de palestras e planos de ação e atividades voltadas para os funcionários, como eventos, palestras, jogos, promovendo uma movimentação em todo o campus. Neste ano, a Semana acontecerá de 24 a 28 de junho.

Texto: Amanda Carneiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s