[Claquete] Entre a homenagem e a busca de um lugar no mundo

Stand-Up-Guys

Com roteiro do estreante Noah Haidle e direção de Fisher Stevens, o longa Amigos Inseparáveis é, essencialmente, um conto sobre a nostalgia e a obsolescência de um modo de vida que não é mais sustentado pelo mundo moderno.

Estrelado pelos veteranos Al Pacino, Christopher Walken e Alan Arkin, o filme tem um nítido tom de homenagem à carreira de ambos, bem como à estética cinematográfica americana inaugurada no fim dos anos 1960 – a chamada Nova Hollywood, marcada pela temática subversiva e pelo clima intimista, influenciado pelo cinema francês.

stand up guys wallpapers

A narrativa, afetiva e sensível, começa com Val (Pacino) saindo da prisão e sendo recepcionado pelo amigo de longa data e parceiro no crime Doc (Walken). Após 28 anos de pena cumpridos “sem abrir a boca”, Val suspeita de que a seu amigo foi atribuída uma ingrata missão: matá-lo, como vingança pela morte do filho de um chefão da máfia. Não há suspense: Val está certo, e Doc tem até as 10h da manhã do dia seguinte para cumprir sua tarefa.

Ambos partem, então, em uma longa jornada noite adentro, que começa melancólica e lenta, mas vai ganhando velocidade (literalmente) a partir do “resgate” do piloto de fuga da gangue, Hirsch (Arkin), “exilado” em uma casa de repouso. O reencontro dos três inclui hilárias visitas a um bordel, um improvável assalto a uma farmácia, uma overdose de pílulas contra impotência, o resgate e a vingança de uma jovem violentada e mais uma série de eventos improváveis, alternadamente catárticos e patéticos.

download

O filme conta com uma direção de arte sólida – a cargo de Thomas T. Taylor (conhecido por seu trabalho nas séries Heroes e Lie to Me) -, marcada por planos intimistas, iluminação barroca (carregada de contrastes) e trilha sonora minimalista, além de numerosas cenas e sequências filmadas em cenários vazios, sustentando o clima de melancolia e não-pertencimento que emana dos personagens nas circunstâncias em que se encontram.

Em sua quase desesperançada busca por um lugar em um mundo que não é mais o mesmo, e que não mais lhes pertence, Val e seus companheiros fixam-se sobretudo no trivial, pautando suas ações por um senso de adequação algo anacrônico, mas que parece ser o único elo possível entre eles e a realidade que precisam enfrentar para reafirmar seu modo de vida e sua própria identidade.

Texto: Lia Martins

Ficha técnica

Título Original: Stand Up Guys

Ano: 2012

Direção: Fisher Stevens

Roteiro: Noah Haidle

Gênero: comédia dramática

Duração: 95 min.

Origem: EUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s