[Claquete] Quem sabe de si, é si

20067217

Baseado na obra homônima de Marçal Aquino, Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios é um filme de 2011 dirigido por Beto Brant e Renato Ciasca. O filme tem uma rica fotografia, cenas de nudez envolventes e narra a história de Cauby, interpretado por Gustavo Machado, um fotógrafo que morava numa megalópole, muda-se para o interior do Pará e lá protagoniza um romance clandestino.

Logo nos primeiros minutos da trama, Cauby explica à Lavínia sua relação de desprendimento com seu camaleão de estimação, “ele é dele, eu sou meu” explica que lá, “ninguém é de ninguém”. Confirmando este pensamento num outro momento, “quem sabe de si, é si”, diz demonstrando sua incredulidade. Isto, porém, parece modificar-se depois de se ver morto de amores pela lasciva Lavínia, personagem de Camila Pitanga, que está impecável em sua interpretação de louca, santa e puta. A relação dos dois começa de forma discreta, e vai se escancarando e se intensificando depois de retratos e encontros tórridos. Os encontros dos amantes começam a gerar suspeitas, uma vez que Lavínia é esposa do pastor da cidade.

Eu-receberia-as-piores-notícias
De puta à santa: a multifacetada Lavínia.

Cauby mantém uma amizade boêmia e de confiança duvidosa com o jornalista Viktor Laurence (vivido por Gero Camilo) e essa relação dá, à trama, alguns de seus momentos mais poéticos: “- no cabo flores abertas, /no gume, a medida exata,/exata, a medida certa,/punhal de prata,/para atravessar-me o peito/com uma letra e uma data./A maior pena que eu tenho,/punhal de prata,/não é de me ver morrendo, /mas de saber quem me mata”, Viktor recita Cecília Meireles, em Guitarra. Será que se mata ou se morre de amor? É possível estar morto estando vivo?

Cauby quer ir embora e levar Lavínia, e não entende o que a prende ao marido, já que, para Cauby, os dois não aparentam sequer ter uma vida sexual. Apesar de tentar manter uma posição mais distanciada, Lavínia também vive o envolvimento torrencial e se desaponta quando Cauby resolve ir embora e levá-la. Ela não vai, não pode. Lavínia tem um sentimento de dívida para com o marido e isso é explicado num flashback. A esta altura, a suspeita deste triângulo amoroso já está quase fora do controle, Cauby é alertado pelos colegas mais próximos para fugir enquanto há tempo. Mas fugir de quê? Há do que fugir?

fotos-do-filme-eu-receberia-as-piores-noticias-dos-seus-lindos-labios-saladacultural.com.br-9
Amor louco e catastrófico de Lavínia e Cauby.

Acontece uma misteriosa tragédia — mais tarde esclarecida — e os moradores da cidade fazem justiça com as próprias mãos. Cauby é vítima da violência e perde um olho, um amigo tenta conformá-lo.“Tu tem sorte de tá vivo ainda, cara”, Cauby retruca. “Tu acha mesmo que eu tô vivo?”, lamentando não a perda física, mas a perda existencial. Nessa história se vive, se morre e se morre vivendo, e, talvez, se reviva.

Texto: Lorrana Feitosa

Ficha Técnica

Gênero: Drama
Direção: Beto Brant, Renato Ciasca
Roteiro: Beto Brant, Marçal Aquino, Renato Ciasca
Elenco: Camila Pitanga, Gero Camilo, Gustavo Machado, Zecarlos Machado
Produção: Bianca Villar, Renato Ciasca
Duração: 100 min.
Ano: 2011
País: Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s