“Planejar bem é uma arte”

Foto: Avner Menezes
Foto: Avner Menezes

A frase é da professora universitária, especialista em gestão da comunicação, Ana Luíza Monte. Ela esteve hoje (13) na Unifor e conversou com os estudantes na sala C, da Videoteca. A comunicação empresarial é um ramo da comunicação ainda pouco explorado pela academia.

São poucas as Universidades e Faculdades que tem o objetivo de formar um profissional de comunicação que também tenha conhecimentos sobre estratégias e administração, a fim de gerir a comunicação de uma empresa ou até mesmo o próprio negócio na área. Pensando nisso, o curso de Jornalismo por meio da disciplina de Assessoria de Comunicação promoveu um workshop sobre como planejar e mensurar resultados para a comunicação.

A própria Ana Luíza teve que aprender “na marra”, segundo ela. “A disciplina de assessoria de comunicação não existia na matriz curricular na época em que eu fazia faculdade. Eu trabalhei no Unicef por dois anos e foi uma grande experiência que eu tive. O trabalho lá era assessoria de imprensa e o mais interessante era que o trabalho não era para promover o Unicef, mas campanhas contra a mortalidade infantil, contra a violência contra a mulher. Campanhas que promovessem projetos que eles apoiavam e não eles próprios. Então me despertou novas habilidades”, relembrou.

AvnerMenezes(5)
Foto: Avner Menezes

Durante o workshop, Ana Luíza ia mostrando o enlace entre comunicação, filosofia, arte e administração. Seguiu compartilhando saberes e fazendo rir. “Engraçado porque naquela época não existia intenet, né (sic), você pensava assim: quem vai ser jornalista vai trabalhar em TV, rádio ou jornal e eu fui parar em uma assessoria que nem dava esse nome, era uma coordenação de comunicação para cuidar de projetos”.

Na platéia, alunos de jornalismo e publicidade interessados em compreender melhor sobre comunicação integrada, a partir das provocações feitas na disciplina Assessoria de Comunicação, ministrada pela professora Joana Dutra. “Esse contato com o mercado complementa a sala de aula e aproxima profissionais da academia. Sempre que possível, convido e aproveito para rever os amigos”, explica Joana.

A vida de um assessor nos anos 90 no Ceará não era fácil. A universidade tinha poucos professores que trabalhavam na área que poderia dar uma dica, faltava informação sobre esse novo campo da comunicação, muitas empresas não estavam dispostas a investir no profissional. “Muitas vezes eu tinha que recorrer a cursos fora da faculdade para aprender certas habilidades”.

Segundo a professora Ana Luíza Monte o profissional da comunicação é o que faz menos comunicação e isso gera uma série de contratempos que levam a resultados insatisfatórios. “Um planejador tem que ser criativo, ter um olhar de deslumbramento de uma criança. Além disso, ser extremamente disciplinado, ser exemplo, fazer bem feito o seu trabalho e gostar do que faz. Ter uma mente aberta, preparado para qualquer circunstância”, finalizou.

Texto: Gabriel Salcêdo 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s