Palestra destaca o empreendedorismo e a economia criativa

Levi NogueiraFoto: Levi Nogueira

Na manhã desta quarta-feira (20), aconteceu mais um debate da Semana da Comunicação da Unifor. O tema foi Economia Criativa e Empreendedorismo. A mesa foi composta por Igor Juaçaba, Allyson Reis e Camila Távora. Durante o bate-papo, os convidados puderam contar um pouco de suas experiências no mercado e de como a criatividade pode se tornar algo lucrativo.

A economia criativa tem chamando a atenção das empresas e o número de empreendedores vem crescendo. “É importante entender que o criativo, apesar de privilegiado na sua escala de importância, tem que entender o quanto é preciso ser empreendedor.” afirmou Allyson Reis, fundador da empresa Abracadabra, responsável por oferecer melhorias de imagem para empresas.

A mediadora Camila Távora, estudante do sétimo semestre de jornalismo questionou o papel dos profissionais ou dos estudantes de comunicação nessa área. “Todo mundo pode ser criativo. A economia criativa é você poder transformar algo, agregar valor, conceito e venda. Pode ter certeza que tem muito futuro e campo por ai, só é preciso saber empreender”, disse Igor Juaçaba, da Elephant Coworking, empresa que reúne várias pessoas com habilidades diferentes trabalhando de maneira compartilhada em busca de crescimento das empresas e de suas próprias carreiras.

A conversa entrou em um patamar bem especifico sobre economia, onde os palestrantes falaram sobre Startup, grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios escalável, trabalhando em condições de extrema incerteza. Já Startup weekend é um grupo formado por três pessoas que se juntam em torno de uma ideia e tendem colocá-la em prática durante um final de semana, o equivalente a 54 horas.

Após o evento, Allyson Reis agradeceu a Unifor pelo convite e destacaou a importância da Semana da Comunicação. “Um evento como esse é superimportante. Sempre precisamos de um tempo como esse, para que possamos trocar informações, sobre essa capacidade de gerar valor.” afirmou.

Segundo Camila Távora, o tema é relevante para os profissionais da comunicação: “Eu gosto dessa área criativa, eu senti vontade de dividir isso com meus colegas. Algo que demorei a entender. O profissional de jornalismo tem que ser multifacetado, com uma visão ampla sobre tudo,  ele não precisa trabalhar somente nos veículos tradicionais. Ser empreendedor, viver uma vida dinâmica. Um assunto que tem que ser debatido, para entendermos e escrevermos sobre isso.” A aluna ainda disse estar feliz com a escolha do tema e parabenizou o DAPAS.

Texto: Cidney Sousa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s