Alunos da Unifor concorrem ao Prêmio Gandhi de Comunicação

unnamed

Chegando à sua sétima edição, o Prêmio Gandhi de Comunicação apresenta 71 trabalhos concorrentes, assinados por estudantes e profissionais das áreas de Jornalismo e Publicidade. Dentre eles, encontram-se produções de graduandos e graduados da Universidade de Fortaleza, divididas em categorias como Reportagem de Mídia Impressa e de Mídia Eletrônica, além de trabalhos de conclusão de curso. A premiação será realizada durante o Fórum Comunicação e Criminalidade, que apresentará como convidada especial a professora Alessandra Oliveira, coordenadora geral do NIC.

O evento é uma idealização da Agência da Boa Notícia (ABN), ONG sediada em Fortaleza. A organização tem como premissa promover uma maior integração entre estudantes e profissionais da Comunicação, com a premiação de trabalhos que tenham viés social e sejam voltados para a Cultura de Paz. As inscrições foram abertas para jornalistas, publicitários e estudantes de Comunicação Social do Ceará e de demais estados, desde que sejam apresentados trabalhos que abordem temáticas sobre o estado cearense.

O professor de Jornalismo da Unifor, Alejandro Sepúlveda, é o orientador de alguns trabalhos inscritos na premiação deste ano, no qual os autores são vinculados à Universidade. Ele ressalta a importância do Prêmio, afirmando ser uma premiação consolidada e com grande prestígio na área de Comunicação. “Acredito que a participação dos alunos com seus trabalhos é uma oportunidade extraordinária para incentivá-los à produção com sensibilidade social, visando uma sociedade menos violenta, mais justa e mais humana. Esses são os grandes ganhos que os alunos adquirem participando dessa premiação”, comenta.

IMG_9166

Fernanda com a sua matéria que irá concorrer ao prêmio. Foto: Carlos Sanches

Um dos trabalhos concorrentes é o da estudante do 4º semestre de Jornalismo, Fernanda Façanha. Ela está competindo na categoria “Reportagem de mídia impressa (jornais ou revistas-laboratório da Instituição de Ensino Superior)”, com uma matéria jornalística que traz um documentário feito por uma jornalista belga sobre a cidade de Fortaleza. O texto foi produzido para o caderno Coletivo — um dos cadernos do jornal Sobpressão — no período em que atuou como repórter estagiária do Laboratório de Jornalismo do NIC. “Escrevi essa matéria em 2013 quando eu cursava o 2º semestre, e me inscrevi na premiação por conselho do professor Alejandro, que é o meu orientador juntamente com a Thaís Praciano. Eles me indicaram justamente por ser um prêmio muito importante pro Jornalismo e por ter um caráter social, presente na matéria que eu produzi”, explica.

Além de Fernanda, estão inscritos produtos dos alunos já graduados pela Unifor: João Bandeira Neto, em parceria com André Ítalo (livro-reportagem sobre as eleições); Lucas Maia Dantas (documentário sobre a sobrevivência da pesca artesanal no litoral cearense); Monique Oliveira, em parceria com Gabriela Nunes (revista digital sobre musicalidade cearense. “Revista Terral”); e Lucas Matos e Élder Alves (reportagem sobre o Projeto 4 Varas, categoria telejornalismo).

Texto: Matheus Facundo e Mayana Fontenele

Serviço

Solenidade de entrega do Prêmio Gandhi de Comunicação + Fórum de Comunicação e Criminalidade

30 de outubro/ 19h

Auditório Waldyr Diogo da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC)

Av. Barão de Studart, 1980 – Aldeota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s