[Claquete] “Transcendence – o futuro através do olhar de Wally Pfister”

Imagem Claquete Transcendence

A obra “Transcendence – A Revolução” conta a jornada do pesquisador especialista em Inteligência Artificial Will Caster (Johnny Depp), tanto em vida como após sua “morte”, guiada por sua esposa, Evelyn Caster (Rebeca Hall) por meio de computadores manipulados pela própria inteligência de Will. De maneira excitante e pioneira, a obra aborda uma idéia de aliança entre seres humanos e máquinas que há décadas vem sendo imaginada, demonstrando um possível caminho para o que poderá ser fruto de tal “parceria”, deixando claro que um avanço tenológico tão grande pode se tornar maléfico para a sociedade como conhecemos.

Durante uma palestra dada por Caster, são realizados diversos ataques simultâneos em cidades como Chicago, Nova Iorque e Los Angeles, focados em grandes laboratórios relacionados à pesquisas no campo de inteligência artificial, além de uma ofensiva contra o próprio Will. Pouco tempo após ser atingido por uma bala disparada por um integrante da “Revolução Independente de Tecnologia – RIDT”, médicos descobrem que o projétil havia entrado em contato com o material radioativo polônio, que por sua vez contaminou o Dr. Caster. Seu tempo de vida é estimado em no máximo cinco semanas.

Não se conformando com a morte de seu marido, Evelyn conta com a ajuda do melhor amigo de Will, Max Waters (Paul Bettany), desenvolvendo um método para transferir todo o conteúdo do cérebro de Will para um computador que o mesmo havia desenvolvido, chamado P!NN, capaz de reproduzir uma inteligência artificial muito próxima a de um humano. Cega por ter a ilusão de que seu marido ainda está vivo, mesmo que em um computador, Evelyn é alertada por Max sobre os perigos de manter o aparelho ligado e conectado à internet, uma vez que pode não ser de fato Will quem está no comando da máquina.

Logo após discutir com Evelyn, Waters é sequestrado pela RIDT e obrigado a fornecer o código para a desativação do computador, mas o pesquisador se nega a obedecer o comando. Enquanto isso, a inteligência artificial de Will dita os passos a serem seguidos por sua esposa, para que ela esteja segura dos membros da organização que tentaram matá-lo. Após seguir os conselhos de seu falecido marido, Evelyn restaura Brightwood, uma pequena cidade que, segundo Will, é ideal para continuar sua vida e construir um laboratório capaz de suprir as necessidades das pesquisas feitas por ambos.

Com o avanço dos estudos, a inteligência artificial começa a manipular a nanotecnologia, esta que ajuda pessoas que sofreram acidentes ou possuem condições especiais curando suas deficiências, mas, por outro lado, criando um exército de “híbridos”, como são referidos no filme, ação que gerará diversas consequências no futuro da trama. Evelyn tem seus olhos abertos por Tagger após uma visita à Brightwood, que através de um bilhete a faz refletir sobre o desfecho das ações praticadas pela inteligência artificial. É interessante a maneira na qual tal desfecho é abordado, deixando o espectador sem fôlego devido aos acontecimentos e as consequências dos atos de enorme importância que se sucedem na pequena Brightwood.  

TranscendenceA Revolução” apresenta uma ideia revolucionária, porém provavelmente longe de ser realizada dados os recursos que temos atualmente. O filme enfatiza os riscos da tecnologia e como a mesma pode ser utilizada como uma ferramenta contribuinte tanto para o bem como para o mal. Vale destacar que a obra foi duramente criticada pelos que a assistiram, integrando a lista dos piores filmes do ano de 2014, deixando uma má reputação para o diretor Wally Pfister, famoso por trabalhar com Christopher Nolan em filmes aclamados pela crítica como “A Origem” (2010), filme que lhe rendeu um Oscar de Melhor Fotografia em 2011 e “Batman: O Cavaleiro das Trevas” (2008).

Texto: Diego Twardy

Ficha Técnica

Direção: Wally Pfister

Roteiro: Jack Paglen

Gênero:  Ficção científica, suspense

País: Estados Unidos, China e Reino Unido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s