Blog

Mudamos de endereço

logo-oficial-do-nic

Nosso novo endereço é http://portaldonic.com.br/jornalismo/

Anúncios

Semana de Calouros movimenta curso de Audiovisual

_Q5A0132

Durante a primeira semana de aulas, estudantes do curso de Audiovisual e Novas Mídias da Unifor estão participando de atividades pelo campus. Na segunda e terça-feira, os calouros gravaram vídeos e fizeram um tour para conhecer os principais espaços que utilizarão nos próximos anos. Isabelle Guedes, uma das novatas, conta sobre suas primeiras impressões com o curso e com a semana inicial. “Eu já tinha muitas expectativas com o Audiovisual e realmente estou vendo que vale a pena. Passei por dois cursos e nenhum dele me fez interagir tanto, nenhum me integrou com outros alunos como esse. E sobre a semana de calouros, está sendo muito legal”, ressaltou.

_Q5A9945

Os alunos fizeram um tour para conhecer a universidade

A semana teve uma pausa nesta quarta, mas volta com sua programação nessa quinta-feira, 6, com um workshop que será realizado pelos veteranos do curso. O evento contará com aulas sobre roteiro, oficina de fotografia e oficina de produção. Na sexta, o curso preparou os encerramentos trazendo ao público uma palestra com Halder Gomes, diretor do filme Cine Holliúdy. Além disso, haverá premiação para as produções realizadas pelos calouros na semana.

Segue abaixo a programação dos eventos de quinta e sexta. Lembrando que a palestra do diretor e roteirista Halder Gomes é aberta ao público.

Serviço:

06/08 (quinta): AB e CD da noite

Workshop com os veteranos:

Fotografia – sala T2A

Produção – sala T48

Roteiro – Sala Q30

07/08 (sexta): AB e CD da noite no auditório A2 (Bloco A) – Palestra com Halder Gomes e premiação

Texto: Nícolas Brandolim

Fotos: Semancanm

Boas vindas aos calouros de Comunicação Social

Calouros

Ao som de flauta e guitarra, tocadas pelos professores Carlos Bittencourt e Aderson Sampaio, os novos alunos do curso de Jornalismo foram recepcionados na manhã desta segunda, no Auditório da Biblioteca. De forma descontraída, os docentes desse primeiro semestre anteciparam um pouco do que os calouros irão vivenciar nas disciplinas. O bate papo continuou com as apresentações de cada aluno e um programa gravado no estúdio que teve a participação dos jornalistas Paulo César Norões, da TV Verdes Mares e do ex aluno, Daniel Ítalo, hoje no Estadão. . Os jornalistas falaram sobre suas carreiras, as expectativas durante o curso e mudanças no jornalismo. 

Guia para os calouros

Os alunos do curso de Publicidade e Propaganda, por sua vez, foram levados a conhecer os espaços de extensão da universidade, como o Núcleo Integrado de Comunicação (NIC). Foram apresentados os professores, ouviram uma conversa com a coordenadora do curso e participaram de uma atividade lúdica. Os futuros publicitários escreveram uma ‘Carta do Futuro’, que foi guardada para lerem daqui a quatro anos, quando se formarem. 

Texto: Deborah Tavares

Foto: Thais Mesquita

Foca Nessa – Aplicativo ajuda condutores no trânsito

waze

Com o trânsito intenso nas cidades, ferramentas que auxiliam os motoristas no cotidiano, como o aplicativo Waze, tornaram-se uma ótima pedida para auxiliar a vida do condutor.

O aplicativo pretende fornecer informações sobre todas as vias públicas dos países cobertos por ele. Em tempo real, os próprios condutores abastecem o aplicativo com as informações necessárias em seus trajetos, tais como localização de semáforos, acidentes, radares móveis, obras nas ruas e áreas congestionadas por trânsito, criando uma comunidade que se ajuda, economizando tempo e combustível.

Adquirido pelo Google, em junho de 2013 por US$966 milhões, o aplicativo tem conquistado usuários, permanecendo sempre entre os 10 mais baixados nas lojas de aplicativos dos celulares. “Ele é um facilitador. Como moro longe da universidade, posso conferir o melhor trajeto, diminuindo muito o tempo que gasto no carro. Um dos melhores recursos é o fato que o aplicativo funciona offline“, explica a estudante Laís Tavares.

Polêmica

Recentemente, o recurso de poder informar ao usuário a localização de blitzes nas cidades, disponibilizado pelo Waze, tornou-se motivo de polêmica pois, segundo policiais, serviria para os cidadãos burlarem as leis. Os motoristas podem desviar dos bloqueios policiais, caso seus veículos estejam irregulares.

Outra reclamação, levantada por xerifes nos Estados Unidos para impedir o seu uso, é que ele poderia facilitar ataques aos oficiais.

Ficha técnica:

Requisitos

– iPhone ou iPad (iOS 6.0 para cima)

– aparelhos com BlackBerry 10

– aparelhos com Windows Phone 8

– aparelhos Symbian da Nokia

– Conexão à internet móvel

Preço: Grátis em todas as lojas de aplicativos

Texto: Diego Twardy

[Claquete] O ato de falar por meio de luz e sombras

O_sal_da_terra

O cineasta Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado encontram na história do fotógrafo brasileiro, Sebastião Salgado, uma boa forma de falar o que é a arte da fotografia com o documentário “O sal da terra”. Wenders descobriu Sebastião após ficar comovido com fotos que encontrou para vender do artista. Ele via nas fotos a importância que o retratista dava em demonstrar o que aqueles que estavam sendo fotografados estavam sentindo.

Sebastião Salgado era um economista nada apaixonado pela profissão, mas ao tirar a primeira foto através da máquina fotográfica de sua esposa, encontrou ali seu verdadeiro amor profissional. Salgado decidiu tomar a arriscada escolha de largar a profissão de economista e recomeçar do zero como fotógrafo. Passou um tempo se descobrindo na fotografia, até que descobriu qual era o seu talento: tirar fotos sobre as pessoas.

Ao descobrir qual era seu rumo na fotografia, Sebastião começa fotografando imagens muito pesadas, com muita dor e sofrimento. As imagens tiradas faziam com que ele ficasse desacreditado na humanidade e quase desistisse do ato de fotografar, mas encontra no meio ambiente um novo foco e reinventa na fotografia.

Depois de dez anos morando fora, o fotógrafo volta para o Brasil. Ao ver que muitas coisas haviam mudado, resolve “passear” pelo território e explorá-lo. O primeiro local escolhido é o nordeste, pois nunca havia ido à região, mas sempre sonhou em conhecer. Foi aos interiores mais sofridos, onde a vida e a morte andam lado a lado.

O documentário é admirável, faz com que espectador tenha um novo olhar sobre as fotografias, as sensações que elas transmitem e também sobre a vida do fotógrafo. É uma ótima dica para quem está no ramo fotográfico ou para quem deseja adentrar nele. A obra foi indicada ao Oscar de 2015 na categoria ‘melhor documentário’.

Ficha Técnica

Direção: Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado.

País: Brasil

Ano: 2014 (produção)

Gênero: Documentário, Biografia

Texto: Larissa Vieira