A sexta-feira promete grandes descontos

A Black Friday, ou Sexta-feira Negra, acontece amanhã, 23, e a previsão é de que grandes lojas ofereçam descontos de até 80% em seus produtos. O evento terá início à 0h e terminará às 23h 59 do mesmo dia.

Tendo surgido nos Estados Unidos, a Black Friday ocorre após o de Dia de Ação de Graças (Thanksgiving), feriado americano. Nessa data, começa a temporada de compras de Natal com promoções que fazem com que o lucro das lojas aumentem substancialmente.

Chegando ao Brasil em lojas de e-commerce (compra e venda on-line) em 2010, a Black Friday já atraiu algumas lojas físicas, inclusive companhias aéreas, em 2011. Entretanto, é através dos sites que as pessoas compram mais, pois evitam as filas que começam a se formar no dia anterior.

Thaís Moreira, estudante de Jornalismo, conta que já comprou livros nesse dia. “É incrível como você consegue descontos muito bons. Comprei alguns lançamentos da época por R$ 19,90.” Já René Barreto, estudante de Arquitetura, comenta que nunca comprou, mas que já fez até uma lista de coisas desejadas. “Estou pesquisando o preço dos celulares, de games para xbox e coisas para o lazer, como churrasqueira elétrica.” Ele fala que um dia de promoções como esse oferece a possibilidade de comprar mais e por preços bem mais acessíveis, resultando numa economia para o bolso do consumidor.

Vários sites já estão cadastrando e-mails de clientes que querem receber os descontos, como Submarino, Americanas e Saraiva. Alguns, como o Idealshop , garantem frete grátis para todos os produtos.

Saiba mais:
De acordo com o site Brasil Econômico, o nome do acontecimento é um termo adotado pelas varejistas dos Estados Unidos para se referir ao momento do ano em que seus negócios voltam a lucrar (a expressão “in the black” equivale à expressão em português “no azul” para indicar lucro).

Texto: Lidiane Almeida
Orientação: Prof. Júlio Alcântara

Literatura e música de graça para todos


Amanhã será a aberta a X Bienal Internacional do Livro do Ceará, que acontecerá de 8 a 18 de novembro no Centro de Eventos do Ceará. Como tema principal, a Bienal vai apresentar a Padaria Espiritual, considerada como um dos mais importantes movimentos culturais do Ceará. Entre várias atrações literárias, nacionais e internacionais, também estão confirmados algumas apresentações musicais, como Gal Costa, O Teatro Mágico, Zeca Baleiro, Humberto Gessinger e o grupo Palavra Cantada.

De acordo com a assessoria da Bienal, os ingressos para os shows serão distribuídos gratuitamente no mesmo dia de cada atração, das 14h às 17h, no próprio Centro de Eventos. Cada pessoa pode pegar dois ingressos, mas o acesso está sujeito a lotação dos espaços. O auditório onde será realizado o show de abertura, dia 8, as 20h, com a apresentação de Gal Costa, tem capacidade média de 2200 pessoas.

A cantora Gal Costa deve apresentar o show Recanto, seu mais novo trabalho, dirigido pelo cantor Caetano Veloso. Parceiros desde a década de 60, os dois cantores são representantes do Tropicalismo, movimento artístico com forte influencia do modernismo e do regionalismo. Entre as canções do show, devem estar os sucessos Divino Maravilhoso, Baby, Folhetim e Gabriela.

Capa do novo livro do músico Humberto Gessinguer, “Nas entrelinhas do horizonte”.

Para lançar seu livro de crônicas, “Nas Entrelinhas do Horizonte”, o músico Humberto Gessinger, ex vocalista da banda Engenheiros do Hawaii, estará presente na Bienal. Depois do bate papo, um dos mais esperados pelo público, que recentemente lotou uma livraria na capital cearense para a sessão de autógrafos com Gessinguer, o músico fará um show, a partir das 20h do dia 11.

No encerramento do evento, é a vez das crianças se divertirem ao som do grupo Palavra Cantada. Com musicas muito conhecidas por tocarem em programas como Castelo Ratimbum, e outros produzidos pela TV cultura, o grupo marca a infância de muita gente desde a década de 90. Na apresentação devem entrar músicas como O Rato,  A Sopa e Criança não Trabalha.

Mais:                                                                                                                                                     Fique por dentro da programação da X Bienal Internacional do Livro do Ceará pelo site e receba as atualizações pela redes socias: Facebook e Twitter.

Texto: Lorena Cardoso

Segundo turno não agrada o eleitorado

Foto: Divulgação

Fortaleza decidirá, no segundo turno, entre o candidato apoiado pela atual prefeita Luizianne Lins e o apoiado pelo governador Cid Gomes, quem será seu futuro governante. Elmano de Freitas, do PT, ficou em primeiro lugar com 25,44% dos votos (318.262), enquanto Roberto Cláudio, PSB, ficou em segundo, com 23,32% (291.740). Mas a grande surpresa foi o candidato Heitor Férrer, do PDT, que conquistou um número de votos muito acima do que previam as pesquisas, perdendo apenas por uma diferença de aproximadamente 30 mil votos, ficando em terceiro lugar. Moroni Torgan, do partido Democratas (DEM), que liderava as pesquisas em quase toda a campanha, ficou como quarto colocado com 13,75%, seguido de Renato Roseno, do Psol, com 11,84%.

Conversamos com alguns eleitores sobre o resultado do primeiro turno das eleições, alguns afirmaram não que o resultado da votação foi previsível. “Era o que a maioria das pessoas esperava. Você vê a cidade do jeito que já está e imagina que não vai ter evolução nenhuma”, disse Lucas Memória, estudante de Jornalismo.

Andrea Lima e Élder Xavier, ambos funcionários de uma instituição de ensino, contam que, por não acompanharem as campanhas dos candidatos, nem seus debates televisionados, votaram em Elmano por ele ser apoiado pelo ex-Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Já para Aline Porto, estudante de Direito, “vence quem tem mais dinheiro. As pessoas não procuram saber a história dos concorrentes, se importando apenas com aqueles que mais investem na sua candidatura”. Ela acredita que seria importante uma maior dedicação à camada mais humilde da população, principalmente aqueles que recebem o Bolsa Família, porque eles acham que, se ocorrer a mudança do gestor, vão deixar de receber o benefício.

“A pesquisa influencia bastante na opinião dos eleitores, o que faz com que muitos deles mudem de lado no último momento. Ou seja, as regras, tanto de pesquisa, como de financiamento de campanha deveriam ser revistas”, argumenta o estudante de Engenharia Civil, Gilberto Sales. “A sociedade não está preparada, nem disposta a mudar”, lamenta Guilherme Lopes, estudante de Letras da Universidade Estadual do Ceará.

Para outros eleitores ouvidos,  o que parece é que as pessoas têm esperança que o vencedor surpreenda e faça uma boa gestão com mudanças que beneficiem a todos.

Texto: Lidiane Almeida e Marina Freire
Orientação: Prof. Alejandro Sepulveda

Um primeiro voto de olho na ficha do candidato

Foto: Divulgação

No próximo domingo, 7 de outubro, 212.487 eleitores devem votar pela primeira vez para prefeito e vereador no estado do Ceará. Só em Fortaleza serão 7.078 jovens. Diante dos números, é fácil se perguntar quais critérios os novos eleitores utilizam para escolher seus representantes? Pelo partido? Por influência da família? Pela campanha?

Livia Rolim está entre os jovens que votarão pela primeira vez nessas eleições municipais.

Entrevistamos estudantes que declararam que um dos fatores mais importantes é o passado do candidato, o que esses já fizeram pela cidade e há quanto tempo estão na política.Mas o fator mais citado, além das propostas foi a importância da ficha limpa: a lei que deixa inelegível por oito anos qualquer candidato que tiver o mandato cassado,tornando os critérios eleitorais mais rigorosos. Essa é uma das preocupações da estudante de arquitetura Lívia Rolim: ‘’Acho que é importante conhecer o histórico de quem estou votando, o que foi dito sobre a integridade do candidato e se ele já fez algo de bom para a cidade. ‘’A ideologia dos candidatos também foi muito falada, pois alguns eleitores votam por se identificar com o conjunto de ideias que o candidatos apresentam,ideologia normalmente relacionada ao partido.

O que pareceu não influenciar tanto quanto se espera são as campanhas publicitárias, consideradas excessivas, repetitivas e que não passavam credibilidade, apenas apresentavam as propostas, mas que nem sempre conseguiam causar a empatia do candidato para com o eleitorado. A coordenadora do comitê juvenil de um partido, Edivania Moreira, analisa que, atualmente, os jovens não são muito interessados em política apesar de se importarem em melhorar o lugar onde vivem: ‘’Os jovens de hoje não gostam de política pois a só a relacionam à corrupção, mas por outro lado querem mudar para melhor o país, o estado, a cidade e o bairro em que vivem, estão espalhados em outros espaços como ONGs e clubes esportivos,ou seja: é difícil atraí-los para a política mas é fácil motivá-los a procurar melhorias sociais’’.

Por: Lia Moreira

[Fotolegenda] Blog do Labjor está com equipe renovada

Nesta quarta feira o Blog do Labjor recebeu cinco novas estagiárias para manter a produção diária e diversificada. As estudantes de jornalismo Iara Sá, Suelen Ramos, Marina Freire, Lia Moreira e Lidiane Leite, foram selecionadas na primeira seleção integrada do NIC, que aconteceu durante a semana passada. As novas colaboradoras se juntam aos estagiários curriculares Bárbara Guerra, Glauber Peixoto e
Lucas Dantas, que ficarão trabalhando para o Blog este semestre. O Blog do Labjor tem a supervisão da professora Adriana Santiago e da estagiária Lorena Cardoso.