[Foca Nessa] A letra por ela mesma

BA_cover_back_V1

Apostando no caráter acústico da música, os três irmãos Alejandro, Fabian e Daniel Manzano compõem a formação da banda Boyce Avenue. Os irmãos tiveram a oportunidade de dedicar-se a fundo na carreira musical logo após a graduação de Daniel na Harvard Law School. Desse modo, o nome foi escolhido a partir da combinação de duas ruas nas quais moravam os músicos, e a banda Boyce Avenue iniciou seus trabalhos no ano de 2004, tocando em festas e eventos locais.

Em 2007, com o intuito de promover sua música, a banda começou a produzir vídeos para serem postados no YouTube. Foram incluídas nestas postagens músicas de autoria própria e também o grande trunfo para o sucesso de visualizações dos três irmãos: os covers acústicos de artistas mundialmente conhecidos.

Estes covers apostam na ideia de que menos é mais, e buscam uma simplicidade visual, ao mesmo tempo em que se faz presente uma complexidade nos arranjos de cada instrumento para a produção da melodia. Entre os primeiros vídeos postados, estão os covers das músicas LoveStoned, de Justin Timberlake, Umbrella, de Rihanna, e Viva la Vida, da banda Coldplay.

O sucesso alcançado pela banda serviu como pontapé para os seus primeiros grandes shows, produzidos de maneira autônoma. Boyce Avenue já tocou nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Indonésia e em vários países da Europa. A turnê mundial trouxe tanto os covers acústicos, como as faixas do primeiro álbum, o All We Have Left, que pode ser baixado ou adquirido no site oficial da banda. O álbum também foi produzido independentemente, pela própria gravadora dos irmãos, a 3 Peace Records.

Os últimos covers da banda, em parceria com Beatrice Miller (participante do The X Factor), gerou questionamentos e discussões entre os fãs, já que se tratavam de duas músicas muito polemizadas pela mídia, sendo elas We Can’t Stop, da cantora e atriz Miley Cyrus, e Roar, da cantora Katy Perry.

As repercussão das duas músicas originalmente performadas não decorreu a respeito da letra em si, mas sim de toda a polêmica envolvida nos clipes, e também na qualidade vocal e em performances das cantoras em palco, como a de Miley no Video Music Awards de 2013.

Apesar disso, Boyce Avenue alcançou um alto número de visualizações desses dois covers, por fazer do acústico uma maneira simplista de demonstrar a qualidade e a possibilidade de explorar uma canção que já existe, não desprezando o que já foi feito, mas sim realçando e desenvolvendo caráteres ainda não experimentados.

Local Band performs in Orlando, Fla.

Hoje, Boyce Avenue tem mais de quatro milhões de inscritos no canal do YouTube, e conquista fãs de todo o mundo. Faz parceria com vários artistas musicais da web, como Tiffany Alvord, e com alguns que saíram de programas televisivos para descobrir novos talentos vocais, como o Fifth Harmony. A visão da música pop e do rock melódico sobre o ângulo de três irmãos apaixonados por percussão, guitarra, piano e muitos outros instrumentos, permite ao público alcançar uma perspectiva acerca da música fora dos holofotes, das polêmicas e de opiniões formadas a respeito da qualidade musical dos artistas.

Texto: Beatriz Santos

Reunião geral da Intercom acontece amanhã na Unifor

Foto: Divulgação

Amanhã, 14, acontece a segunda reunião geral do Intercom, que será aberta a todos os estudantes de comunicação do estado. Na oportunidade, os professores passarão novas informações referentes ao congresso. A reunião será no auditório da biblioteca da Unifor, a partir das 14h. Quem ainda não se inscreveu para participar do congresso nacional como voluntário, ainda há tempo. As inscrições serão feitas amanhã, durante a reunião.

“É importante que compareça o maior número de alunos possível, pois trata-se do maior congresso de comunicação da América-Latina”, afirma a coordenadora local do evento, professora Alessandra Oliveira. Segundo ela, a participação voluntária dos alunos “enriquece o curriculo, o conhecimento através de autores com os quais, muitos deles, estudamos na universidade e ainda ajuda os alunos na elaboração do trabalho de conclusão de curso”.

Para o professor Alejandro Sepúlveda, coordenador local do colóquio Brasil x Chile, é importante que se faça um belo evento, pois o resultado reflete diretamente nos cearenses. “Temos que nos preocupar em fazer um evento primordial, pois pela primeira vez, em 35 anos, ocorrerá no Ceará”, destaca. E completa: “é um evento único e uma oportunidade ímpar, além de contar ponto para atividade complementar e ainda poderá ver os bastidores do evento”.

O congresso nacional do Intercom é o evento mais aguardado pelos estudantes, professores e pesquisadores de comunicação de todo o país. Cerca de cinco mil pessoas estarão presentes na Universidade de Fortaleza entre os dias 3 e 7 de setembro.

Texto: Manoel Cruz
Orientação: Profa. Joana Dutra