[Artigo] É feriado nas universidades, mas não há motivo para festa

15 de outubro, dia do professor/Foto: Thalyta Martins

A data, além de motivo de celebração, deve servir para a reflexão sobre a falta de atenção e respeito dedicados à classe pelos órgãos governamentais.

Tornou-se um desafio ser professor no Brasil. A remuneração baixa faz com que os profissionais tenham que se virar para viver bem, dividindo seu tempo entre várias escolas. A educação em segundo plano deixa os professores  desmotivados para ensinar e assim os alunos não têm interesse em aprender. O professor do curso de Jornalismo da Unifor, Alejandro Sepúlveda concorda que  os professores não recebem seu devido valor:

” Creio que o sentimento geral dos professores é que o profissional é pouco valorizado. Não é reconhecido e não é dada a ele a devida importância que deveria, diante dos grandes problemas que o país tem na educação”.

Continue lendo “[Artigo] É feriado nas universidades, mas não há motivo para festa”