[Foca Nessa] Há um espaço novinho para a cultura em Fortaleza

Foto: Manoela Cavalcanti
Entrada da Caixa Cultural em Fortaleza. Foto: Manoela Cavalcanti

Presente em Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, Brasília, Curitiba, Salvador e São Paulo, a Caixa Cultural acrescentou Fortaleza como uma de suas sedes, em Junho de 2012. Os espaços são bem diferentes entre as cidades, mas todos têm em comum a proposta de fomento à arte e cultura, por meio de exposições, shows musicais, teatrais, etc . Também há Editais, programas e oficinas de inclusão social.

Apesar de ficar no antigo prédio da Alfândega, construído no final do século XIX e tombado pelo Patrimônio Histórico, a sede de Fortaleza tem até cheiro de coisa nova. Ao entrar, o visitante caminha por uma alameda verdejante com uma fonte no fundo. Dentro do prédio, há foyer, teatro, café, livraria e salas para exposições.

Shows

A programação dos espaços está em constante mudanças. A Caixa Cultural daqui teve, no início de março, show da cantora Zizi Possi, e terá este fim de semana, dias 15, 16 e 17, três apresentações de Geraldo Azevedo, no show O Canto e a Poesia.  Os ingressos, no entanto já estão esgotados na bilheteria.

Foto: Manoela Cavalcanti
Teatro no qual se apresentará Geraldo Azevedo. Foto: Manoela Cavalcanti

O rápido esgotamento de lugares tem aborrecido parte do público, que fez críticas abertas à instituição, via Facebook. O site da sede Fortaleza ainda não dispõe programação, e também não há informações sobre isso em publicações impressas.

Segundo uma funcionária do local, alguns artistas ainda não haviam confirmado datas, por isso a falta de informações, tanto no site, quanto em folhetos ou folders. Nos dias 22, 23 e 24 de março haverá uma peça teatral chamada “Como Nascem as Estrelas”, uma adaptação teatral do livro homônimo de Clarice Lispector, relacionada a obra literária  A Hora da Estrela.

Salas Expositoras

Orlando Villas Bôas no Xingu. Foto: Manoela Cavalcanti
Orlando Villas Bôas no Xingu. Exposição de Renato Soares

Kuarup – a última viagem de Orlando Villas Bôas é o título da corrente exposição no espaço da Caixa. Com três ambientes interativos, vídeos, fotografias e objetos, a mostra une a história de vida dos irmãos Villas Bôas – missionários em defesa da cultura indígena – e fotografias que documentam uma cerimônia dos índios, o Kuarup, em homenagem a seus mortos.

O Kuarup registrado pelas lentes do fotógrafo Renato Soares, em 34 fotografias, tem uma particularidade: é a última homenagem dos indígenas feita para Orlando Villas Bôas, por isso o título. Provavelmente o único Kuarup em honra a um “homem branco”.

A exposição remonta a vida dos irmãos desbravadores, a relação com a comunidade indígena, assim como a criação do Parque do Xingu e seu legado. Apresenta Orlando Vilas Boas como uma espécie de intelectual aventureiro – um Indiana Jones do Brasil, mas com uma causa verdadeira, premente, nobre, e atualíssima.

Fotografia de Renato Soares
Índio. Exposição de Renato Soares

Serviço

Exposição: de 26 de fevereiro a 7 de abril de 2013 (de terça-feira a domingo)
Horário: das 10h às 20h
Local: Galeria da CAIXA Cultural Fortaleza (CE)
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Entrada: Franca
Classificação etária: Livre
Informações: (85) 3453-2770

Texto: Manoela Cavalcanti