Unifor oferece 15 cursos de graduação executiva este ano

Foto: Avner Menezes
Foto: Avner Menezes

A Universidade de Fortaleza está agora com 15 cursos de Graduação Executiva (tecnológica) distribuídos no Centros de Ciências da Comunicação e Gestão, Tecnológicas e Saúde.  Os cursos duram em média de dois a três anos e cada um oferta 50 vagas. No Centro de Ciências da Comunicação e Gestão, os cursos oferecidos serão de Eventos, Gestão da Qualidade, Gestão de Recursos Humanos, Hotelaria, Marketing, Processos Gerenciais, Gestão de Turismo, Design de Moda e Design Gráfico; no Centro de Ciências Tecnológicas,os cursos são Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Construção de Edifícios, Design de Produto, Petróleo e Gás e Energias renováveis; já no Centro de Ciências da Saúde é representado pelo curso de Alimentos.

O objetivo da criação desses cursos é fazer com  que Fortaleza consiga suprir a demanda de profissionais nessas áreas, visto que a cidade será sede de jogos da Copa do Mundo em 2014 e de outros eventos importantes. “Exemplo disso são os cursos de Gestão de Turismo e de Eventos, que surgem na Universidade no momento em que a cidade se prepara para receber grandes eventos. Para isso, precisamos oferecer ao mercado profissionais capacitados em um curto espaço de tempo”,declara a diretora do Centro de Ciências da Comunicação e Gestão, Clara Bugarim.

Os cursos de graduação executiva são caracterizados por terem curta duração (em média de dois a três anos). O método de certificação intermediária possibilita que o aluno que cursar uma graduação tecnológica na Unifor receba certificação de referente ao término de cada módulo, referente a dois semestres, o que acelera a possibilidade do universitário ingressar no mercado de trabalho de forma mais rápida e com experiência comprovada.

Veja agora alguns recursos que a Unifor oferece para viablizar a ingressão e estadia dos alunos universidade, além de projetos internos que facilitam o aprendizado e a interação aluno/professor:

Pré-seleção das disciplinas

A Unifor oferece um serviço que permite aos alunos o planejamento do semestre a ser cursado, possibilitando a escolha das disciplinas, no horário mais conveniente ao estudante. Esse serviço chama-se sondagem e pode ser feita no portal do aluno, no site da Unifor. A sondagem é uma simulação que será efetivada na matrícula e é utilizada como ferramenta de organização, tanto por parte dos alunos, como da universidade.

Fies

O Fies é o Fundo de Financiamento Estudantil criado pelo MEC, que permite financiar o curso de graduação dos alunos da educação superior, matriculados em universidades pagas. As inscrições devem ser feitas no Portal SisFies. Após a conclusão da inscrição, os documentos pedidos devem ser levados para a Divisão de Assuntos Estudantis (DAE), em até 10 dias após ela ser efetuada. Com a validação dos documentos, o aluno deve levá-los a instituição bancária escolhida, para formalizar o contrato do Fies.

Grupos de Estudo Dirigido

Por meio de projetos pedagógicos que visam a interação entre alunos e professores e entre os centros de Ciências Jurídicas, de Comunicação e Gestão e de Saúde, além de incentivar o engajamento na vida acadêmica, a Unifor oferece aos alunos os Grupos de Estudo Dirigido (GED). São realizados encontros semanais, onde os alunos monitores, juntamente com os professores orientadores, reforçam os conteúdos vistos em sala. Ao final, tendo 75% de presença nos encontros, os estudantes recebem certificado comprovando a sua participação e ainda pode ser aproveitado como créditos para a disciplina de Atividades Complementares.

Texto: Andrezza Albuquerque

Estudantes têm chances de estágio para a Copa

Foto: Luís Barbosa
Foto: Luís Barbosa

Estão abertas as inscrições para estagiar na emissora credenciada pela Fifa para cobrir a Copa do Mundo de 2014, a Host Broadcast Services (HBS). Com 27 vagas lançadas para estudantes de graduação, os alunos da Unifor que possuem domínio do idioma inglês terão a oportunidade de incluir no currículo a experiência em uma empresa internacional.

As inscrições podem ser feitas até a próxima sexta feira, dia 15, das 8h às 18h, na Divisão de Estágio, Oportunidades e Talentos da Unifor, localizada no 1º andar do Centro de Convivência. A seleção se dará por meio de uma entrevista em inglês, a ser realizada pela HBS, no período entre março e abril deste ano. Uma vez selecionado, o aluno participará de um curso de formação, com duração de 2 a 3 dias, a ser realizado entre novembro e dezembro.

Podem se inscrever alunos matriculados em algum dos seguintes cursos da Unifor: Administração, Análise e Desenvolvimento de Sistemas,Arquitetura, Audiovisual e Novas Mídias, Ciências Contábeis, Ciência da Computação, Comunicação Social (Jornalismo/Publicidade), Eventos, Engenharia Eletrônica/ Telecomunicações, Gestão de Recursos Humanos e Turismo.

Por fim, os aprovados participarão do estágio da HBS a ser realizado durante a Copa do Mundo no Brasil. Além do treinamento profissional, os estagiários receberão uniformes, auxílio financeiro e um certificado de participação autenticado pela FIFA e pela HBS.

Mais informações 

Divisão de Estágio

Contato: (85) 3477.3142

Texto: Priscila Baima

Comitê da Copa convoca voluntários

Foto: Divulgação

Estão abertas as inscrições para os interessados em trabalhar na Copa das Confederações em 2013 e na Copa do Mundo em 2014, que acontecerão no Brasil. Desde o dia 21 de agosto, o site da Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa) abriu a primeira fase de seleção para os 22 mil voluntários que irão trabalhar nos dois maiores eventos de futebol do mundo. Nessa primeira etapa os interessados preenchem uma ficha de cadastro, a segunda fase será um processo de entrevistas e capacitações.

O Comitê Organizador Local (COL) já recebeu inscrições dos cinco continentes e de 101 países. Os interessados devem ter mais de 18 anos, atuar pelo menos 20 dias corridos na época dos eventos, em turnos de trabalho de 10 horas por dia. Durante o processo serão avaliados as habilidades, perfil e conhecimento de cada candidato. Ao se cadastrar a pessoa pode informar a sua área de preferência, mas as vagas serão preenchidas conforme as ofertas e os perfis que cada candidato exige.

Paulo André Baptista, estudante de jornalismo, diz que nunca trabalhou como voluntário, mas se sentiu motivado a se inscrever.”Acabei encontrando essa oportunidade (de ser voluntário) em um evento que envolve o mundo inteiro. Sempre gostei de comunicação e nunca tive medo de conhecer novos ares, então não pensei duas vezes e fiz a inscrição, que profissionalmente, vai me trazer grande experiência.”, apesar de ter se assustado com a caraga horária de trabalho. “10h/dia eu acho bastante trabalho para um voluntário. Mas, quando fazemos o que gostamos, o tempo passa rápido.”

Texto: Rafael Vasconelos 
Orientação: Profa. Adriana Santiago

[Série] Quanto você pagaria para assistir aos jogos da Copa do Mundo de 2014?

Matéria produzida pelos alunos da oficina de jornalismo 2012.1

Foto: Divulgação

“Juntos num só ritmo”. Nenhum outro slogan poderia definir melhor o estado em que se encontram torcedores dos quatro cantos do mundo. A expectativa para o maior campeonato mundial de futebol que acontece daqui a dois anos é gigantesca – principalmente para os brasileiros. A prova é tanta que algumas cidades do Brasil estão se transformando para receber esse grandioso evento. Em Fortaleza, a situação não é diferente. Obras de mobilidade urbana, cursos de capacitação, ampliação do comércio, criação de shoppings… Tudo isso para receber alguns dos jogos do campeonato com toda estrutura necessária para um evento deste porte. Mas quem terá acesso a essas partidas de futebol? Quanto valerá o passe para assistir de pertinho craques das mais diversas seleções mundiais?

“O ingresso será caro”, acredita fã de futebol
Fátima Barbosa, funcionária pública e torcedora nata do Brasil, acredita que não será fácil ter acesso aos jogos sediados no estádio Castelão. “Com certeza o preço do ingresso será caríssimo”, imagina Fátima. De acordo com as regras da Federação Internacional de Futebol (FIFA), os valores dos ingressos ainda não foram divulgados. Contudo, a Federação garante que “fará anúncios relevantes numa data vindoura”. O que se sabe é que a venda dos ingressos para a Copa das Confederações de 2013 deve ser iniciada após dezembro de 2012, enquanto a venda de ingressos para a Copa do Mundo da FIFA™ seja iniciada após a Copa das Confederações, no terceiro trimestre do próximo ano. Tudo isso para que sejam evitadas confusões entre torcedores, pois serão realizados dois eventos mundiais no País.

Dilma veta venda de preços populares

“Todos os brasileiros terão oportunidades iguais de acesso aos ingressos dos jogos”, garante a FIFA. Em 2011, a presidente Dilma Rousseff vetou o parágrafo que separava 10% dos ingressos para os jogos da seleção brasileira para venda a preços populares. A categoria englobaria idosos, estudantes e beneficiários do Bolsa Família. A presidente do Brasil alegou que, com a reserva de percentual para este público, diminuiria a oferta ao público em geral, o que prejudicaria a ideia democrática de distribuição dos ingressos.

Fonte: copadomundo.uol.com

Quanto você pagaria?
A estudante Lívia Romero discorda dessa estratégia. “Acho que deveria vender a preços populares sim, pois garantiria uma maior acessibilidade para todas as classes sociais! Acho que não existe essa coisa de “venda democrática” quando se fala de um país com tanta desigualdade social”, contesta Lívia. Ao ser questionada pelo Imagina na Copa. A sobre quanto pagaria por um ingresso de um jogo da Copa do Mundo de 2014, a estudante determina seu valor. “Acho que pagaria até uns 200 reais, mas dependendo também da seleção que vai jogar”.

Venda dos ingressos

Baseado na experiência de edições anteriores da Copa do Mundo, a FIFA, destinará um mínimo de 65% dos ingressos aos torcedores. A estimativa é de que três milhões de ingressos poderão estejam à disposição dos fãs para o acesso aos jogos. “Entretanto, o número final só poderá ser confirmado quando as configurações finais de estádio estiverem disponíveis.”, explica a FIFA. Este foi, aproximadamente, o número ofertado nas últimas ediçãoes da Copa do Mundo. A maior parte dos ingressos será vendida peloFIFA.com, o site oficial da Copa do Mundo. Contudo, haverá também pontos de venda espalhados em todo o Brasil, como forma alternativa para os fãs do futebol.

Texto: Taís Lopes e Marina Alves
Orientação: Profa. Adriana Santiago

[Série] A cidade se prepara

Matéria produzida pelos alunos da oficina de jornalismo 2012.1

Foto: Divulgação

Fortaleza vai sediar seis jogos da Copa do Mundo em 2014. Desde que foi anunciada a notícia, a cidade se prepara para esse momento inédito. Para receber os milhares de turistas e não fazer feio no evento, Fortaleza vem investindo em grandes obras para a melhoria de sua infraestrutura.

O estádio Castelão, onde os jogos vão ser realizados, lidera a lista dos campos esportivos mais adiantados para a Copa do Mundo de 2014, a primeira realizada no Brasil. Em dezembro de 2012, quando as obras estiveram concluídas, Fortaleza vai ganhar o maior centro esportivo do Norte e Nordeste. A rapidez da obra, assim como a megaestrutura do Castelão impressionam.Prova disso é que o estádio recebeu o prêmio internacional World Demolition Awards, considerado o ‘’Oscar’’,da tecnologia de implosões no mundo. Não só o Castelão receberá uma megaestrutura com o anúncio da capital como sede da Copa.

Alguns projetos vão ser acelerados em virtude do evento e outros terão o impulso necessário para sua a implementação. No total, segundo o Governo do Estado as obras ligadas direta e indiretamente a Copa do Mundo terão gastos de R$ 9 bilhões.

O Metrô de Fortaleza, (Metrofor), foi um dos projetos mais esperados. Depois de 10 anos, finalmente com a chegada da Copa as obras foram aceleradas. No dia 15 de junho, foi inaugurado o primeiro trecho da linha Sul do Metrô de Fortaleza. O trecho Sul, vai passar por uma fase de testes até outubro deste ano. Mas, quem quiser ter sua primeira experiência de metrô não vai perder sua oportunidade. O Metrofor vai transportar passageiros voluntários entre as estações Carlito Benevides, em Pacatuba, e Parangaba, em Fortaleza.

Visando a melhoria do trânsito, Fortaleza resolveu construir um Sistema Bus Rapid Transit, ou seja, um sistema de ônibus rápido para o trânsito. A ideia da Prefeitura de Fortaleza é que com a criação de uma faixa exclusiva para ônibus na cidade,a capacidade de circulação de carros aumente consideravelmente. Outro ponto positivo do novo sistema de ônibus é a redução do tempo de embarque e desembarque de passageiros e os mapas de informação em tempo real.

O Porto do Mucuripe também vai ser reformado para atender melhor os turistas. A obra, prevista pra ser concluída em 2013, vai construir um novo cais, uma estação de passageiros com uma área de 9 mil metros quadrados, lojas de conveniência, estacionamento para ônibus e automóveis e uma área para o armazenamento de contêineres.

O Aeroporto de Fortaleza, Pinto Martins, não ficou de fora. Suas obras para reforma, ampliação e modernização do Terminal de Passageiros visam suportar o aumento do fluxo de passageiros na Copa do Mundo de 2014.

A Copa em números

  • 9 bilhões de reais é a estimativa de gastos para as obras da Copa do Mundo em Fortaleza.
  • O valor total de investimentos em mobilidade urbana que competem à prefeitura de Fortaleza é de R$ 261,5 milhões.
  • 518,6 milhões de reais serão investidos no Castelão.
  • 350 milhões de reais serão gastos para reformas no Aeroporto de Fortaleza aumentando a capacidade de passageiros para 8,6 milhões por ano.
  • 525 milhões de reais serão investidos na reforma do Porto do Mucuripe.

Brasil, o País do Futebol
O futebol é uma das grandes paixões dos brasileiros. Por isso, a confirmação do Brasil e de Fortaleza como sede da Copa do Mundo de 2014, foi tão comemorada como uma final de campeonato. Terra de artilheiros como Pelé, Garrincha, Ronaldo Fenômeno e Ronaldinho Gaúcho, o Brasil tem a chance de mostrar seu potencial nos campos. É impossível falar em futebol e Copa do Mundo e não lembrar do Brasil. Ao todo, foram cinco títulos conquistados nos anos 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002.

Texto: Por Julyana Brasileiro
Orientação: Profa.  Adriana Santiago