Hoje é dia do Folclore!

Grupo de Projeções Artísticas e Culturais (GPAC) Foto: Juliana Castro

A fim de ressaltar a cultura tradicional, alunas da disciplina Danças Dramáticas Brasileiras da Unifor, sob a orientação da professora Lenice de Sousa, promovem, hoje, dia 22 de agosto, a comemoração do Dia do Folclore. O evento acontece a partir das 18 horas em frente à Biblioteca, e conta, em sua programação, com a apresentação do Grupo de Projeções Artísticas e Culturais (GPAC) e a presença dos ‘caretas’ do curso de Belas Artes.

O GPAC foi criado em meados anos 90, sempre voltado à divulgação do patrimônio imaterial cearense, foi fundado na Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC) e busca revitalizar a Cultura Popular, utilizando a dança como forma de expressão com as mais variadas linguagens artísticas como elemento de integração e socialização entre os jovens da comunidade.

Muitas instituições de ensino ligadas à educação e à cultura popular desenvolvem, nesse mês, trabalhos que proporcionam uma visibilidade maior ao tema. A realização do evento na Unifor quer criar um espaço para a arte popular e de promover uma vivência significativa com a cultura menos midiática, estimulando um novo olhar para a cultura tradicional. “É muito interessante poder trazer um grupo de dança como o GPAC, que foca no tema da história da nossa terra. É uma pena os jovens de hoje só valorizarem a cultura norte-americana e desconhecerem o que é nosso”, confessa Clara Magalhães, estudante do curso de Jornalismo e estagiária do Laboratório de Jornalismo da Unifor.

Além disso, a coordenação de Belas Artes, que tem como coordenadora a professora Caroline Holanda e realiza, pela primeira vez na Unifor, uma atividade em comemoração do Dia do Folclore, deseja que o evento seja adicionado no calendário permanente da universidade. “A nossa ideia é de compartilhar o trabalho artístico dentro da nossa cultura. O grupo convidado e os estudantes do curso de Belas Artes estão conseguindo uma boa interação e estão passando isso para o público que, geralmente não dão muita importância para a cultura popular, mas que estão parando para assistir nossa apresentação”, conclama Caroline Holanda.

O folclore é um conjunto de ações realizadas pelo povo; danças, festas, brincadeiras, canções, mitos e lendas que são passados de geração para geração. Essas ações assumem características locais fortalecendo a identidade do povo ou da comunidade onde elas ocorrem. As manifestações populares tradicionais promovem, além da socialização, o reconhecimento da nossa história, do jeito de ser e de viver do nosso povo, bem como o fortalecimento da nossa identidade cultural.

Texto: Priscila Baima
Orientação: Profa. Adriana Santiago