Reformas visam melhorar o fluxo de veículos

Previsão de como ficará o estacionamento após as obras. Foto: Divulgação
Previsão de como ficará o estacionamento após as obras. Foto: Divulgação

As aulas da Unifor começaram acompanhadas por obras nas portarias de entrada da universidade. Quem vem de carro já pôde conferir as mudanças nos estacionamentos que vão ganhar uma entrada mais ampla. Além das mudanças estruturais, a entrada do Portão Lateral Norte (Av. do Túnel Dep. Edson Queiroz Filho), ganhará um grande arco, marcando as comemorações dos 40 anos da Unifor. Arthur Fortaleza, arquiteto responsável pela obra, explica que ainda serão feitas outras reformas, além das que já estão acontecendo, para melhorar o controle/fluxo de veículos.

269287_384408408281349_850856983_n
André Luiz, estudante de Direito.

A reforma gera alguns transtornos nesse início de semestre e a principal reclamação dos alunos é justamente a falta de organização causada com o caminho alternativo. André Luiz, aluno de Direito, conta que teve dificuldade no primeiro dia de aula para entrar no campus. “Cheguei por volta das 7:30, nesse horário o túnel já estava congestionado e tinha uma fila enorme de carros, mas não chegou a demorar 10 minutos pra entrar. A questão não é muito a demora, mas o fluxo desorganizado.”

Para solucionar esse problema, alguns funcionários da instituição encontram-se no para ajudar a direcionar os motoristas. De acordo com arquiteto, o término das obras está previsto para o dia 27 de março. Até lá, quem precisar pode conferir como estão os caminhos no mapa abaixo:

Mapa-Acesso-Unifor-Perodo-de-Obras

Texto: Thais Praciano

É importante parar na faixa, sabia?

Foto: Farley Aguiar

Muitos ainda desconhecem a importância em respeitar a preferência do pedestre nas travessias. Carros parecem fazer das ruas autódromos a céu aberto, em que a prioridade é dos automóveis. Ignorar quem esteja entre eles, tem virado atitude rotineira.

As leis que regem o trânsito da Universidade de Fortaleza (Unifor) são as mesmas do código de trânsito brasileiro. Algumas normas internas foram criadas para complementar a circulação de carros e pedestres no campus, como o limite de velocidade de 20km/h e o respeito aos deficientes e pedestres. No entanto, essas normas nem sempre são atendidas, sendo feitas as notificações necessárias. “A prioridade é o pedestre. Pisou na faixa, o motorista é obrigado a parar. Seguimos o código nacional de trânsito”, reafirma Roberto Augusto Caracas, gerente de segurança da Unifor.

Muitos alunos se surpreendem quando os motoristas param para eles atravessarem. “Normalmente você agradece, porque não é comum encontrar pessoas que tenham essa atitude”, afirma Daniela Aguiar, aluna do curso de Psicologia que também é motorista. Ela ainda conta que, em boa parte da nossa cidade, você é induzido a não dar preferência aos pedestres, pois, com a pressa de quem vem atrás, se você parar, todos ficam buzinando, pedindo que você passe.

Já para Douglas Nogueira, aluno do mestrado em informática, o ato de não esperar que a pessoa atravesse a faixa faz parte da nossa cultura. “Não só a pressa, mas é também a nossa cultura que nos faz agir assim. Se lá fora é frequente esse tipo de atitude, por que não repetí-la aqui dentro da universidade?”

É importante lembrar que não são apenas as pessoas que estão ao volante as responsáveis pela segurança no trânsito, mas também os pedestres. Eles devem obedecer às regras, como esperar na calçada o momento certo para atravessar a rua e utilizar passarelas em locais sem sinalização. Fazer contato visual com o motorista antes de atravessar, também é importante. “Se está previsto na lei, o mínimo que temos a fazer é dar prioridade ao pedestre. O que acontece é que, alguns locais apresentam certos obstáculos. Não conseguimos enxergar um pedestre, por exemplo, rodeado de árvores, plantas ou carros altos. Eu sinto dificuldade de parar o carro, às vezes, porque não vejo o pedestre, e isso faz da travessia um perigo tanto para o motorista quanto para quem está tentando passar.” enfatiza Cícero Nogueira, professor de informática da Unifor.

Ter um trânsito mais seguro significa ter motoristas e pedestres, juntos, colaborando para tal. Portanto, não se trata apenas de respeitar a faixa de pedestres, mas de respeitar o pedestre na faixa, afinal, somos cidadãos e devemos exercer o nosso papel.

Texto: Letícia Lima
(lehtici@hotmail.com)

Orientação: Profa. Adriana Santiago

Trânsito interno: mudou de novo

Alunos e professores da Universidade de Fortaleza (UNIFOR) terão de se adaptar, mais uma vez, a nova distribuição do estacionamento, implantada nesta segunda-feira (05). Após a polêmica gerada pela decisão do chanceler Airton Queiroz em liberar o acesso privado a funcionários e estudantes cadastrados, um novo planejamento foi criado oferecendo mais espaço para veículos e pedestres.

As vagas agora, estão dispostas assim:

Foto: unifor.br

Texto: Renata Frota

Orientação: Adriana Santiago

Vai pra aula? Aproveita e lava o carro!

Foto: Fabiane de Paula

Se você está sempre correndo e não tem tempo de levar seu carro para lavar, pode resolver esse impasse enquanto vai para aula ou trabalho na Unifor. Além da comodidade, os preços são bastante acessíveis.

Dentro Campus, o senhor José Jair da Silva, 40 anos, fica responsável juntamente com outros trabalhadores, pela lavagem dos carros de alunos, funcionários e professores. “Eu passo uma água no carro e enxugo por R$3,00”. Além dessa função, Jair também trabalha como auxiliar administrativo do Centro de Ciências Tecnológicas (CCT) à noite. “Lavo carros para ajudar na renda mensal”. Para encontrá-lo, basta ir ao estacionamento que fica entre a reitoria e a biblioteca.

Já aos arredores da Universidade, temos outras opções. No estacionamento que fica entre a biblioteca e o Centro de Convenções, Júlio César, Luiz Paulo e Valderson de Oliveira fazem parte da equipe que lava os carros que ficam fora da Unifor. “A gente cobra R$ 4,00 para lavar o carro só por fora e R$ 5,00 é uma lavagem completa”.

Há ainda outra alternativa. Quem quiser uma lavagem mais profissional, pode ir ao estacionamento do Pão de Açúcar que fica próximo à Unifor. A lavagem para carro grande custa R$ 16,00 e pequeno, R$ 13,00.

Texto de Suiani Sales