[Série] Lixo por todo lado

Lixo deixado nas mesas do CC após o intervalo.
Lixo deixado nas mesas do CC após o intervalo.

Lixo espalhado pelos jardins, jogado fora das lixeiras, deixado em cima das mesas. É assim que encontramos muitos lugares na Unifor – Universidade de Fortaleza. Mas será que isso acontece por causa da Feira Livre que existe por aqui ou é só a falta de educação das pessoas?

Com a Feira Livre que existe por aqui, os alunos tem a possibilidade de comprar lanches e todo tipo de objetos que acabam sendo jogados pelo chão ou até mesmo em um lixo que já está cheio e por isso não cabe mais nada. Mas há também a falta de educação de muitos alunos que resolvem não jogar o lixo no lugar certo. Existem lugares em que o volume de lixo é maior e por isso mesmo algumas vezes a lixeiras ficam cheias e o lixo cai no chão, mas não é isso que acontece quando vemos lixo jogado pelos jardins, por exemplo.

Funcionário retirando o lixo.
Funcionário retirando o lixo.

Os funcionários de serviços gerais não param de limpar o campus, mas mesmo assim a quantidade de lixo é enorme e não tem fim. Se eles limpam agora, logo depois já está tudo sujo de novo. Na horas de intervalo eles ficam esperando que as aulas recomecem para limpar tudo de novo.

Segundo a aluna Bárbara Magalhães “a sujeira incomoda muito em alguns lugares, principalmente onde a gente come”. Não é só ela que se incomoda com isso, mas muitas outras pessoas também que sempre reclamam de quem não coloca o seu lixo no local certo.

Texto: Lia Sequeira

Veja a reportagem completa:

– A Unifor é uma feira livre!

Esta é uma reportagem colaborativa feita pelos alunos de Oficina de Ciberjornalismo da Unifor.

[Série] Vendedores ambulantes têm o seu espaço!

Participante do projeto Agentes Varejistas
Participante do projeto Agentes Varejistas

Você sabia que para ser vendedor ambulante aqui na Unifor, é necessário passar por um processo seletivo? Além da seleção, os profissionais participam de um curso que dá algumas dicas de comercialização dos produtos do Grupo Edson Queiroz, dentro do campus da Universidade. O teste acontece normalmente no período das férias. A feira é livre, mas o comércio é controlado!

O projeto surgiu em 2009, com a intenção de disponibilizar um campo prático de estágio para os alunos do CCA, sendo batizado como ‘Agentes Varejistas’. Hoje, atende cerca de 30 vendedores. Além da oportunidade de estarem no mercado, são oferecidas aulas de atendimento ao cliente, relações humanas, empreendedorismo, marketing pessoal, e muitas dicas voltadas para o comércio, como lucros e prejuízos.

Essa iniciativa da Universidade tem como objetivo gerar emprego e renda, bem como incentivar os comerciantes a serem autônomos, com registro CNPJ. Segundo o chefe da Divisão de Responsabilidade Social da Unifor, Carlos Eufrázio, cada varejista passa por uma rigorosa avaliação, sendo analisado o perfil de cada um. “Além disso, é uma grande possibilidade de manter relacionamento com os próprios alunos, elevar a auto-estima, e sentirem-se produtivos devido o trabalho digno”, completa o professor.

Foto: Thiago Gadelha
Foto: Thiago Gadelha

De acordo com o responsável da Divisão de Segurança e Vigilância, Vicente de Paula, os varejistas têm pontos específicos de vendas, distribuídos pelos blocos da Unifor. São disponibilizados coolers com produtos do grupo Edson Queiroz e salas para o estoque do material que será vendido, além do espaço físico, que é acordado entre os responsáveis pelo projeto e os comerciantes.

Para uma melhor qualidade nos produtos e satisfação do consumidor, os ambulantes passam por constantes fiscalizações. “Eu mesmo verifico o trabalho deles. Em datas específicas, faço uma vistoria em toda a mercadoria para tirar de venda algum produto que não esteja ideal para o consumo. Nesse momento, todas as datas de validade são checadas”, afirma Vicente de Paula.

Há quatro anos, a Universidade de Fortaleza vem se dedicando aos moradores da comunidade oferecendo qualificação e sociabilidade.

Texto: Patrícia Holanda

Veja a reportagem completa:

– A Unifor é uma feira livre!

Esta é uma reportagem colaborativa feita pelos alunos de Oficina de Ciberjornalismo da Unifor. Durante as próximas semanas, todo dia sairemos com uma nova matéria. Aproveitem!

A Unifor é uma feira livre!

Foto: Daniel Brainer
Foto: Daniel Brainer

Entende-se facilmente esta afirmação em uma rápida caminhada pelo campus. Para esbarrar em um ponto de vendas – seja do que for  -, não é preciso muito esforço. Pelos bosques da Universidade de Fortaleza, corredores, debaixo das árvores ou em salas escondidas de D.A., os alunos, funcionários e professores encontram ‘de um tudo’: de livros a bijuterias, de comida a material acadêmico. Sem falar nas inúmeras lanchonetes Tops espalhadas pelo campus onde alunos, professores e funcionários da Universidade podem realizar um lanche rápido sem ter que se deslocar muito pelo campus.

Porém, você sabia que para ser vendedor ambulante aqui na Unifor, é necessário passar por um processo seletivo? Além da seleção, os profissionais participam de um curso que dá algumas dicas de comercialização dos produtos do Grupo Edson Queiroz, dentro do campus da Universidade. O teste acontece normalmente no período das férias. A feira é livre, mas o comércio é controlado!

Variedade é o que não falta nesta grande feira livre. Organizadinho no Centro de Convivência (CC) encontramos lanchonetes, lojas de presentes, farmácia, restaurante, gráfica e livraria.  E do lado de fora, outro tanto de opções até um salão de beleza. Além disso, a universidade ainda abriga nas salas dos Diretórios Acadêmicos (DA) xerox, internet, material gráfico e doces.

Foto: Marina Duarte
Foto: Marina Duarte

As livrarias da Unifor prestam auxílio para os seus alunos. Na Livraria Gabriel, por exemplo, os alunos do curso de Direito encontram livros de todas as áreas do curso com desconto. A livraria fica situada próxima ao Centro de Convivência da Unifor, na Avenida Washington Soares. Se estiver precisando de caderno, canetas, calculadoras é só passar na FB Papelaria, localizada em frente ao Centro de Convivência. Além de vender artigos de papelaria em geral, o estabelecimento oferece esquadros, escalímetros, pincéis, entre outros produtos específicos para diferentes cursos.

 Além das lojas físicas, muitos universitários trazem seus produtos para comercializar nos intervalos das aulas. Os doces estão entre as vendas mais populares, com destaque para o brownie. O bolinho de chocolate típico da cultura estadunidense é vendido por estudantes em quase todos os blocos.

Foto: Thiago Gadelha
Foto: Thiago Gadelha

Em meio ao comércio mais informal, encontramos também os vendedores de tabuleiros, que oferecem uma excelente alternativa para um lanche rápido com uma variedade de bombons, barras de cereais, pipoca, água, refrigerante etc. Tem tapioca, cocadas, brownie, sanduíche, pipoca! O cardápio é extenso e bem variado. E para quem estuda em um bloco distante do Centro de Convivência, ainda pode contar com a opção das carrocinhas!

O popular “Sssanduíche do Odailson” também é a pedida de diversos alunos e funcionários no campus da Unifor. Atualmente, com 12 opções no cardápio, os sanduíches naturais são uma alternativa para quem prefere algo saboroso e com um preço acessível.

E por falar comida, o almoço reforçado é com a marmita na Esquina do Zagueiro. É só fazer o pedido até às 10h30, pelo telefone 3276-3970, de segunda a sexta-feira. O cliente conta com um cardápio variado e saboroso, por apenas R$ 7,00.

No hall do Bloco D da Universidade, podemos encontrar uma feirinha com produtos variados: doces e salgados, bolsas, caixas para presente, bonecas de pano, bijuteria, crochê, toalhas, sandálias e roupas. Na primeira semana de cada mês, os vendedores, que fazem parte da Associação dos Empreendedores do Município de Fortaleza (ASSEF) estão lá expondo e vendendo seus trabalhos.

Hall do Bloco D. Foto: Daniel Brainer
Hall do Bloco D. Foto: Daniel Brainer

Um detalhe a ser observado no meio de todo esse comércio é a existência de uma agência bancária dentro da própria Unifor. Além disso, também existem três caixas de autoatendimento espalhados pelo campus. Serviços que facilitam a vida de alunos e funcionários da universidade.

Com todas essas pessoas comprando e vendendo, o lixo pela Unifor só aumenta. Vemos lixo espalhado por todo canto, até mesmo nos jardins e lugares onde há plantas. Os funcionários de serviços gerais não param de limpar, mas mesmo assim a quantidade de sujeira espalhada pela Unifor é enorme.

MAPA-FEIRA-UNIFOR

Veja a reportagem completa: 

– Vendedores ambulantes têm seu espaço!

Tem de tudo mesmo!

– Universidade também é lugar de beleza

Não só de livros é feita a livraria do ‘Seu Gabriel’

Encontre seu papel na Universidade

Adoçando as aulas

Tabuleiros são alternativa

Adocicando as manhãs na Universidade

Unidos pela carrocinha

O sucesso do “Sssanduíche do Odailson”

Olha a marmita, bem quentinha!!!

Feira de artesanato acontece mensalmente no Campus

Comércio interno também conta com um banco

Esta é uma reportagem colaborativa feita pelos alunos de Oficina de Ciberjornalismo da Unifor. Durante as próximas semanas, todo dia sairemos com uma nova matéria. Aproveitem!