[Mundo Unifor] Sobre a importância de sonhar

Foto: Thiago Gadelha
Mark Stevenson. Foto: Thiago Gadelha

MUNDO UNIFORA palestra magna do futurologista britânico Mark Stevenson, autor do livro An Optimist’s Tour of the Future, tratou sobre avanços da tecnologia, o valor do sonhar e a importância do que se acredita no presente para a construção do futuro.

Stevenson expôs avanços da ciência do âmbito da Biologia à Medicina. Da impressão em 3D, que permite transformar um desenho de modelagem tridimensional no computador em um objeto real e palpável, aos avanços no tratamento do câncer.

O britânico enfatizou sobre a essencial capacidade criativa do homem em oposição aos altos investimentos empregados em guerra, ilustrado com a exposição do valor monetário gasto com a guerra do Iraque na União Europeia e nos Estados Unidos e do valor humano, como o número de mortos.

Em tempos de pessimismo corrosivo, uma das marcas da modernidade, a síndrome de Pollyanna, protagonista do livro de Eleanor Porter que brincava de ver coisas boas onde só havia coisas ruins, realmente parece não ter vingado. As perspectivas para o futuro, aos olhos de muitos, remetem a destruição e negatividade. “Acho que hoje em dia instaurou-se uma consciência predominantemente negativa sobre o futuro. Particularmente, eu tenho medo ao pensar na ganância das pessoas. Até que ponto esse sentimento irá barrar a evolução?”, opinou Arthur César, estudante do curso de Engenharia Mecânica da Universidade de Fortaleza (Unifor).

Foto: Thiago Gadelha
Foto: Thiago Gadelha

O futurologista encerrou a palestra sinalizando sobre a importância da consciência da humanidade e que esta sonhe sonhos de sustentabilidade e compaixão. O futuro, colocou Stevenson, pode ser definido pelos valores que a humanidade optar por seguir.“Quando os ventos da mudança soprarem, algumas pessoas construirão paredes e outras construirão moinhos de vento. Vocês têm que construir moinhos de vento”.

Dicas de Stevenson para ser um otimista de sucesso:

Não tenha vergonha do otimismo e da sua ambição sobre o futuro: “Em suma, os otimistas de sucesso não sentem vergonha de dizer que as coisas poderiam ser melhores. Eles não têm escrúpulos em imaginar um mundo melhor e defendê-lo, não importa o quanto possam receber de desprezo das mãos dos cínicos. Em resumo, eles não têm vergonha de sonhar sonhos bons. Afinal, Martin Luther King não ficou nos degraus do memorial Lincoln e disse ‘Eu tenho um plano de cinco pontos’.

Abrace algo maior do que o que você é: “Aqueles com algo maior que eles mesmos geralmente têm uma felicidade advinda do âmago sobre o que quer que seja. É uma felicidade que vem de um sentimento que você tem um lugar no mundo. Um ‘projeto maior do que eu’ pode ser sua família, sua religião, o serviço militar ou uma vocação científica. Você não tem que concordar com o ‘projeto maior que eu’ de outra pessoa, mas é verdade que as pessoas que os têm são geralmente mais orientadas, positivas e capazes de obterem resultados favoráveis. Esta é uma felicidade diferente dos prazeres passageiros, como uma boa noitada ou uma grande piada, e que não irá se manifestar como alegria, mas seu poder motivador é fundamental para o otimista de sucesso.”

Pense mais como um engenheiro e menos como um político: “Pense Nisso. Engenheiros não constroem pontes de uma perspectiva de direita ou de esquerda. Eles as constroem em perspectivas baseadas em evidências e, ao longo do tempo, a construção da ponte fica melhor. Os políticos frequentemente tomam suas decisões de um ponto de vista ideológico, e se a evidência encaixar-se bem, isso é ótimo e, ao longo do tempo, como certamente se pode notar, o nosso sistema político piorou”.

Texto: Janine Nogueira

Encontros científicos da Unifor começam na próxima segunda-feira

LOGO MUNDO UNIFOR

De 21 a 25 de outubro acontecerá o Mundo Unifor, evento que traz minicursos, palestras, shows e oficinas gratuitas para alunos, funcionários e o público em geral. Os encontros científicos serão diários, e terça-feira (22) alunos do Centro de Ciências de Comunicação e Gestão (CCG) apresentarão seus trabalhos.

A programação inicia-se 7h30min e no decorrer do dia haverão oficinas de fotografia com a técnica do Light Painting e para produzir fotografias em P&B a partir de processos alternativos; Oficina de Prezi: como criar e usar Prezi em apresentações; Oficina Stop Motion, técnica de animação utilizada em filmes como O Estranho Mundo de Jack (1993) e A Noiva Cadáver (2005); além das palestras de empreendedorismo, como Custo para pequenas e médias empresas, Modelos de Negócios sustentáveis e Abertura de Empresas.

A expectativa de alunos é grande: Eu acho que o evento é importante porque prestigia a produção científica dentro da universidade. É a primeira vez que eu vou apresentar um artigo em um evento científico, por isso estou ansioso, mas com a certeza de que o Mundo Unifor vai ser uma porta de entrada pra minha carreira acadêmica”, comemora o estudante de Jornalismo Wagner Mendes.

Além disso, cada dia haverá uma palestra magna, cujas inscrições devem ser feitas on-line. Serão ministradas por profissionais da área: Miguel Nicolelis (médico e cientista), o britânico Mark Stevenson (autor, comediante, empresário e futurologista), Antônio Carlos Dias (diretor de Smarter Cities, da IBM Brasil) e Nelson Azevedo Jobim (jurista e político). 

Antes das palestras magnas (que acontecerão sempre às 19h), quem comandará o divertimento de segunda à quinta com seu som são Os Transacionais, banda local independente.

Os Transacionais. Foto: Divulgação
Os Transacionais. Foto: Divulgação

A expectativa é grande para eles também — e já prometeram surpresas! Jolson Ximenes, integrante d’Os transacionais e estudante de Direito, já é veterano no Mundo Unifor e fala da importância que o evento detém. “Bem, tocar no Mundo Unifor sempre nos causa uma grande expectativa, tocamos a primeira vez em 2005, ainda quando integrávamos a banda ALEGORIA DA CAVERNA, em 2007. É muito bacana, principalmente pra mim que sou aluno do curso de Direito, ter a oportunidade de se apresentar pros colegas, em uma estrutura de primeiro mundo, fazendo parte de um evento científico-artístico tão grandioso”, comemora Jolson.

No desfecho do evento (25) a principal atração será o cantor Humberto Gessinger, que apresentará o show Insular, seu projeto solo que traz composições inéditas. O show, gratuito, acontecerá na praça central do campus. Após a inscrição online, o participante deve retirar o ingresso de 21 a 24 de outubro, das 8 às 21 horas, no hall do bloco D e apresentar o CPF do inscrito com um quilo de alimento ou um brinquedo.

O Mundo Unifor, que acontece a cada dois anos, enriquece o conhecimento dos participantes, que têm oportunidade de envolverem-se com temas científicos, culturais e tecnológicos. Ao final, é possível emitir os certificados. Para recebê-los é preciso confirmar presença no dia de cada palestra em computadores distribuídos na biblioteca e no centro de convivência.

Texto: Lorrana Feitosa

SERVIÇO

Mundo Unifor 2013

Local: Universidade de Fortaleza
Período: de 21 a 25 de outubro
Inscrições gratuitas.

Site oficial: http://mundo.unifor.br/
Mais informações: Tel: (85) 3477 3111 | 3377
Fax: (85) 3477 3331
http://www.unifor.br
http://www.twitter.com/UniforComunica

Cada Centro Científico terá um dia da semana reservado para sua programação:

21/10: Centro de Ciências da Saúde
22/10: Centro de Ciências da Comunicação e Gestão
23/10: Centro de Ciências Tecnológicas
24/10: Centro de Ciências Jurídicas