[Artigo] É feriado nas universidades, mas não há motivo para festa

15 de outubro, dia do professor/Foto: Thalyta Martins

A data, além de motivo de celebração, deve servir para a reflexão sobre a falta de atenção e respeito dedicados à classe pelos órgãos governamentais.

Tornou-se um desafio ser professor no Brasil. A remuneração baixa faz com que os profissionais tenham que se virar para viver bem, dividindo seu tempo entre várias escolas. A educação em segundo plano deixa os professores  desmotivados para ensinar e assim os alunos não têm interesse em aprender. O professor do curso de Jornalismo da Unifor, Alejandro Sepúlveda concorda que  os professores não recebem seu devido valor:

” Creio que o sentimento geral dos professores é que o profissional é pouco valorizado. Não é reconhecido e não é dada a ele a devida importância que deveria, diante dos grandes problemas que o país tem na educação”.

Continue lendo “[Artigo] É feriado nas universidades, mas não há motivo para festa”

O outro lado da história

O Diretório Central de Estudantes (DCE) é uma entidade que luta pelo direitos dos alunos e os representam nos diversos âmbitos, inclusive na União Nacional dos Estudantes (UNE). Algumas conquistas do DCE são visíveis no dia a dia de quem utiliza a carteirinha, como o direito à meia cultural e, para os universitários da Unifor, esse recurso foi agregado ao de ter uma sede própria do DCE dentro da Universidade.

Segundo Davi Duarte, presidente do DCE, o processo  de produção das carteirinhas é burocrático e demorado. Ao solicitá-las, com todos os documentos prontos, esse material é enviado para a Etufor e, após serem avaliados, vão para a gráfica “Biticard”, que é a responsável pela sua fabricação. Quando ficam prontas, elas voltam para a Etufor, onde serão reavaliadas e desbloqueadas. Depois de todo o processo administrativo, as carteirinhas voltam para os alunos.

Outra inovação do DCE é a inclusão do boleto bancário como forma de pagamento da taxa  requerida. Por motivos de segurança, o Diretório adquiriu um convênio com a Caixa Econômica Federal para assegurar esse pagamento.

Novidade no Diretório

Um projeto, em andamento, faz parte de mais uma dessas conquistas do DCE. Com previsão para esse mês de maio, o projeto “Liberpré”, é uma inovação do “Libercard”, um novo conceito de cartões múltiplos, da Guanabara, empresa de transportes,  que poderá dar ainda mais recursos aos estudantes. A ideia é possibilitar carregar a carteirinha de estudante com créditos, que poderão ser usados nas empresas alimentícias, como Bob’s, possivelmente Bebelu e, no caso dos estudantes da Unifor, poderão ser usadas nos restaurantes do Centro de Convivência, com abatimento no preço, cujas taxas ainda estão em negociação.

Continue lendo “O outro lado da história”