[Foca Nessa] Torre Malakoff

Vista da sacada da Torre. Foto: Ismael Maia

Inaugurada em 1855, a torre construída em estilo tunisiano, funcionou durante muitos anos como observatório astronômico e sede da Capitania dos Portos de Pernambuco. Foi nomeada Malakoff pelos próprios recifenses devido à semelhança com uma fortificação de mesmo nome, localizada na península da Criméia, onde funcionava o centro de defesa de Sebastol em 1855, durante a guerra.

Localizada no bairro do Recife Antigo, em frente à Praça Artur Oscar, a torre possui uma fachada branca e imponente, em formato quadrangular, onde se pode ver um relógio, no topo. Sua estrutura é bem conservada, assim como em todo o espaço interior. Foi tombada como patrimônio histórico em 1922 e, desde 2000, tornou-se centro cultural e espaço expositivo, além de sede Coordenadoria de música da Fundação Danilo Pena (Fundape). Para conhecer o lugar não é preciso pagar nada, basta assinar uma lista de visitação e então terá acesso livre ao local.

O espaço possui – além das salas de exposição, anfiteatro e multimídia – no último andar, uma sala de observação, com telescópios, resquícios do que séculos atrás foi um observatório astronômico.

Homenagem ao Rei do Baião

Quem tiver a oportunidade de visitar a Torre Malakoff até o dia 5 de agosto, terá a oportunidade de conferir uma exposição com obras de 11 artistas em homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga. Logo na entrada do local, pode-se ver uma escultura do cantor, criada por Abelardo da Hora, e, por trás da obra, uma pintura com a frase de Guimarães Rosa: “o sertão é terreno da eternidade”.

Nas demais salas, pode-se conferir as fotografias de Alcir Lacerda, as animações do Coletivo Caldo de Cana 1 Real, além das obras de André Soares, Derlon, Elizângela das Palafitas, João Lin, J. Borges, Leopoldo Nóbrega, Marcelo Mario de Melo, Ricardo Brazileiro e Ricardo Ruiz.

Serviço:
Torre Malakoff
Visitação: de terças aos domingos
Horário: 9h – 17h. Domingos: 15h – 21h

Texto: Renata Frota
Fotos: Renata Frota e Ismael Maia
Orientação: Profa. Adriana Santiago

Este slideshow necessita de JavaScript.