Cinema do Dragão exibe longa de cineasta pernambucano

thumb2_247c757780c7ac991f30349e47da3cf6

Acontece hoje (10), às 19h50, no Cinema do Dragão do Mar, a pré-estreia do filme Boa Sorte, Meu Amor. Definido como “um anti-romance entre o som e o silêncio”, o longa teve uma aclamada recepção nos festivais de Locarno, Brasília, Luso-Brasileiro e Hollywood Brazilian Film Festival.

Filmada em preto e branco, a trama traça um delicado paralelo entre as transformações do espaço urbano de Recife e a urgência por mudanças sentida por Dirceu após conhecer Maria, uma estudante de música com alma de artista.

A exibição será seguida por um debate com o diretor do filme, o cineasta pernambucano Daniel Aragão.

 Serviço

Pré-estreia Boa Sorte, Meu Amor

Exibição: hoje (10), às 19h50
Local: Cinema do Centro Cultural Dragão do Mar
(R. Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema, Fortaleza-CE)

Ficha Técnica

Título original: Boa sorte, meu amor
Ano: 2012
Direção: Daniel Aragão
Gênero: drama
Duração: 86 min.
Origem: Brasil

Texto: Lia Martins

[Ensaio] A cidade do frevo

Foto: Thalyta Martins

Eu gosto do Recife Antigo, por causa do estilo das construções e da preservação da história. (Lorena Cardoso)

Os alunos da Unifor viajaram de Fortaleza para Recife, nos dias 14 a 16  de junho, para participar da etapa regional do prêmio Expocom, que faz parte do Intercom, um dos maiores congressos internacionais de comunicação. Ao término do congresso, ansiosos para conhecer a cidade, os alunos aproveitaram para passear, e, claro, fotografar, registrar a beleza do lugar. Passaram pelo Recife Antigo, por uma rua que festejava São João, e tiveram o privilégio de presenciar um enorme espetáculo da natureza, a junção do rio com o mar em uma área de mangue. Vale a pena conferir!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Texto: Marina Duarte
Fotos: Thalyta Martins e Ismael Maia
Orientação: Alejandro Sepúlveda

[Foca Nessa] Um pedaço europeu de Recife

Foca Nessa de hoje convida para um passeio pela história da arte no Instituto Ricardo Brennand (IRB). Castelo, Pinacoteca, coleção de armas brancas, bonecos de cera, esculturas, mapas e artigos sacros tudo isso está exposto para visitação no Instituto. O IRB é propriedade privada sem fins lucrativos, localizado no bairro da Várzea em Recife, há cerca de 17km do Aeroporto Internacional dos Guararapes.

Foto: Ismael Maia

Fundado em 2002, o IRB tem decoração medieval, que remete às construções europeias. É cercado por muito verde, várias fontes e construções que dão um clima bucólico à propriedade. Inicialmente, o fundador, que dá nome a Instituição, Ricardo Brennand, construiu um castelo para abrigar sua coleção de armas brancas (facas, espadas, punhais), depois, foi aberto um espaço para exposição de arte, repleta de materiais holandeses (mapas, tapeçarias, objetos), forte influenciadores da cultura pernambucana. E, por ultimo, a Pinacoteca, que abriga a maior coleção do mundo de pinturas de Frans Post, artista holandês do século XVII.

A entrada não é gratuita, mas há preços promocionais para estudantes, professores, crianças e idosos, com comprovação. Para quem não está em Recife, é possível fazer um passeio virtual pelo site  para conhecer o Instituto Ricardo Brennand.

Confira a galeria de fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Texto: Lorena Cardoso
Fotos: Ismael Maia

Orientação: Profa. Joana Dutra

Intercom regional movimenta Recife

Foto: Arquivo Pessoal

Estudantes de todo o nordeste estiveram presentes no XVI Intercom Nordeste, que aconteceu em Recife entre os dias 14e 16 de junho. A programação do evento contou com palestras, mesas de discussão, oficinas e minicursos, além da Intercom Jr, Publicom e Expocom.

Estiveram em pauta nas conferências, mesas e painéis: o esporte, a mídia brasileira, produção de conteúdo na rede, o poder da imprensa, também uma discussão sobre a estrutura dos cursos de comunicação. Na conferência de abertura, o professor Rogério Covaleski fez um panorama geral da história da mídia no Brasil. Já na palestra de encerramento, a temática foi a mesma que norteará o congresso na nacional em Fortaleza: mídia e esporte, com a participação de Alex Escobar, repórter da TV Globo.

Alex Escobar ressaltou a importância de se trabalhar o esporte com humor, mas sem perder a seriedade da informação. Também comentou a dificuldade em pensar pautas novas, e novos ângulos para as noticias, na cobertura esportiva diária.

Ao longo dos três dias, foram ofertados 28 oficinas e minicursos entre quatro a oito horas de duração, ministradas por professores de faculdades de toda a região. A estudante da Universidade de Fortaleza, Camila Silveira, participou da Oficina Jornalismo de Infotenimento. “ Eu escolhi participar dessa porque é o tema da minha monografia, como vou me formar no final do ano vi a oportunidade de pegar dicas de livro sobre o assunto e saber a opinião de outros estudantes. Gostei bastante porque foi uma oportunidade de ver o interesse das pessoas pelo tema e acabei descobrindo que muitas pessoas também gostam desse assunto, assim como eu”, comentou satisfeita.

O congresso encerrou com a premiação da Expocom. Em uma cerimônia no auditório principal da FBV foram divulgados o local da próxima regional, Mossoró no Rio Grande do Norte, assim como os vencedores de cada categoria, divida entre os cursos de audiovisual, jornalismo e publicidade.

Os estudantes da Unifor trouxeram na bagagem 7 prêmios no total, em todas a categorias: jornalismo com a revista A Ponte, com o jornal Fôlego e com o Laboratório de Jornalismo (Labjor) como agência júnior de jornalismo; publicidade e propaganda com a logo da Intercom 2012 (outdoor); produção editorial com o Google Docs e Muvic; audiovisual com o Cineclube.

A organização regional também fez parceria com algumas festas da cidade para animar as noites dos estudantes. Superingosto , Bailinho dos Namorados e a Brega Naite, foram as “baladas” temáticas de cada noite de Intercom.

Veja as fotos do evento:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Texto: Lorena Cardoso
Fotos: Ismael Maia e Intercom Nordeste
Orientação: Profa. Joana Dutra