Unifor abre inscrições para vestibular de férias

 

Foto: Rhaiza Oliveira

De 25 de junho a 6 de julho estarão abertas as inscrições para o vestibular 2011.2. O processo seletivo é direcionado para estudantes que pretendem ingressar na Universidade ainda esse semestre. A prova ocorrerá dia 8 de julho.

Confira a lista dos cursos oferecidos:

Administração (manhã e noite)
Ciências Econômicas
Ciências Contábeis (manhã e noite)
Comércio Exterior
Comunicação Social – Jornalismo
Comunicação Social – Publicidade e Propaganda
Audiovisual e Novas Mídias
Belas Artes
Psicologia (tarde)
Direito (manhã e noite)
Educação Física (bacharelado e licenciatura)
Fisioterapia
Enfermagem (manhã e tarde)
Fonoaudiologia
Farmácia
Ciências da Nutrição
Engenharia de Computação
Ciência da Computação (manhã e noite)
Engenharia Elétrica
Engenharia Eletrônica
Engenharia de Controle e Automação (Mecatrônica)
Engenharia de Telecomunicações

Inscreva-se já

Serviço
Inscrições | 25 de junho a 6 de julho
Valor | R$ 50,00 (cinquenta reais)
Prova | 8 de julho de 2011 (sexta-feira)
Edital Nº 05/2011
Portaria Nº 01/2011

Mais informações | 3477 3400
www.unifor.br/estudenaunifor
twitter.com/estudenaunifor

Exposições encantam visitantes e oferecem oportunidade para alunos

Fotos: Thalyta Martins

Uma exposição rica e cheia de cultura. É assim que os visitantes definem a mostra “Tesouros e Simbolismos da Colômbia Pré-Hispânica” presenteno Espaço Cultural da UNIFOR. Adornos e objetos de ouro, cobre e cerâmica revelam a cultura, os costumes e as crenças de índios que acreditavam que natureza, homem e animais eram um todo vivo.

O Ceará é o primeiro Estado a receber as 225 peças que pertencem ao Museu do Ouro da Colômbia, consideradas patrimônio nacional. Muitas destas peças, segundo arqueólogos, foram encontradas em tumbas de xamãs, os líderes espirituais. O xamã-ave buscava a cura das doenças e sabedoria. O homem-morcego tinha a capacidade de ver o mundo a partir de outra perspectiva. Na transformação em jaguar, acreditava-se que o xamã adquiria as habilidades daquele animal, como a rapidez, bravura e até mesmo a visão noturna.

Para estas sociedades, o ouro, tão facilmente encontrado nos rios, era valioso porque brilhava como o Sol; as plantas eram como alimento dos deuses e, além do poder de cura, elas tinham o poder de mudar-lhes a identidade, transformando-os em animal durante os rituais.

 

Alunos visitam exposição de Otto Cavalcanti

O Espaço Cultural UNIFOR Anexo traz obras de Otto Cavalcanti, artista paraibano que muitas vezes encontra na alegria brasileira as inspirações para as cores em suas telas. Quando jovem, Otto conheceu muitos artistas estrangeiros e sentiu-se motivado a buscar o apoio e reconhecimento da arte no exterior. Barcelona foi o seu refúgio, os bares seu ateliê. Em meio a muitas pessoas, Otto conseguia fazer belas obras e inspirar-se cada vez mais.

Seu maior orgulho pode ser considerado o novo estilo de retratos criados por ele. Fugindo dos modelos tradicionais, busca formas mais alegres e modernas. Para o artista, o verdadeiro sentido da arte é a inovação.

O Espaço Cultural UNIFOR, recebe exposições que agradam o público e incentivam o gosto por programas culturais. Além disso, estudantes da UNIFOR dos cursos de Comunicação, Belas-Artes, Turismo, Arquitetura e Psicologia têm a oportunidade de estagiar como monitores. Como pré-requisitos é preciso estar matriculado e ter média global 8,0. Os alunos interessados devem entregar currículo e histórico acadêmico na Extensão de Cultura e Arte.

Texto de Jordânia Caetano

Permissão internacional para dirigir

Foto: Internet

Para quem está interessado em passar algum tempo fora e deseja dirigir, em alguns países como Grécia e Rússia é necessário obter a Permissão Internacional para Dirigir (PID). Esse modelo foi criado em 2006 pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e não substitui a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em território nacional. O documento é emitido pelo Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN).

Segundo a Assessoria de Comunicação do DETRAN-CE, de abril de 2009 a abril de 2010, foram emitidos, em média, 90 documentos mensais. De abril de 2010 a abril de 2011, foram emitidos 103 documentos. Com a queda do Dólar, ocorreu um aumento de 13,404% na emissão da PID.

A obtenção da PID requer a apresentação do original e cópia dos seguintes documentos:

  • Carteira Nacional de Habilitação

  • Comprovante de endereço

  • CPF

  • Documento de Identidade

No ato do requerimento o interessado deverá pagar uma taxa de R$96,70.

A idade para dirigir no exterior depende do país, mas 21 anos é a maioridade padrão.

O procedimento poderá ser diferente em alguns estados do país, assim como as taxas. No Ceará, a habilitação internacional é emitida apenas pelo Detran localizado na Maraponga. O vencimento da PID é o mesmo na CNH.

Países onde a PID é aceita:

África do Sul, Albânia, Alemanha, Angola, Argélia, Argentina, Austrália, Áustria, Azerbaidjão, Bahamas, Barein, Belarus (Bielo-Rússia), Bélgica, Bolívia, Bósnia-Herzegóvina, Bulgária, Cabo Verde, Cazaquistão, Chile, Cingapura, Colômbia, Coréia do Sul, Costa do Marfim, Costa Rica, Croácia, Cuba, Dinamarca, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Estados Unidos, Estônia, Federação Russa, Filipinas, Finlândia, França, Gabão, Gana, Geórgia, Grécia, Guatemala, Guiana, Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Honduras, Hungria, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Kuweit, Letônia, Líbia, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Marrocos, México, Moldávia, Mônaco, Mongólia, Namíbia, Nicarágua, Níger, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales), República Centro – Africana, República Democrática do Congo, República Checa, República Dominicana, Romênia, San Marino, São Tomé e Príncipe, Seichelles, Senegal, Sérvia e Montenegro, Suécia, Suíça, Tadjiquistão, Tunísia, Turcomenistão, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Venezuela e Zimbábue.

Serviço

DETRAN-CE.
Av. Godofredo Maciel, 2900 – Maraponga – Fortaleza/Ce

Telefone: 0800 280 6898

Horário: 8 às 15h

 Texto de Bárbara Ferraz

Ética do Bem: um sábado com serviços gratuitos para a comunidade

Foto: divulgação

Com o intuito de promover a prática de ações sociais, a Vice-Reitoria de Extensão e Comunidade Acadêmica e o Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade de Fortaleza (Unifor) convidam para a inauguração do projeto “Unifor pela Ética do Bem”, nesse sábado (14), de 08h às 13h, no Bloco Z. Coordenado por Erick de Sarriune Cysne, professor de Direito, o evento marcará o início de um projeto continuado, que visa incentivar os diferentes cursos da Universidade a participarem em conjunto de diversas práticas e ações cidadãs voltadas a comunidade do Dendê.

Nesse sábado, voluntários dos cursos de Direito, Educação Física, Audiovisual e Novas Mídias e dos cursos do Centro de Ciências da Saúde (CCS) cooperam na oferta de uma série de serviços gratuitos como emissão de carteira de identidade, CPF, registro de nascimento, carteira de trabalho, assim como atendimento jurídico, aplicação de vacinas, atendimento a mulheres vítimas de violência, conselho tutelar, entre muitos outros. Além disso, palestras como “Meu Primeiro Emprego” e sessões de cinema, também gratuitos, serão oferecidos. Confira a programação:

PROGRAMAÇÃO DO DIA 14 DE MAIO

08h às 13hMutirão de Mediação. Responsável: Programa Resgate Familiar (Projeto Cidadania Ativa). Local: Núcleo D do EPJ

08h às 13h – Atendimento Jurídico. Responsável: Alunos do EPJ. Local: Núcleos do EPJ

08h às 13h – Emissão de Carteira de Identidade; Cadastro de Pessoa Física – CPF. Responsável: Secretaria Estadual de Justiça – Caminhão do Cidadão. Local: Estacionamento Bloco Z (unidade móvel)

08h às 13h – Aplicação de vacinas necessárias ao calendário do adulto (tétano, hepatite B e tríplice viral) e testes de glicemia capilar para rastreamento de diabetes. Responsável: Equipe do ambulatório do NAMI. Local: Salas do EPJ (Recepção da sala de audiência – Hall do Bloco)

08h às 13h – Oferta de todos os serviços disponibilizados em postos de atendimento da CAGECE, como por exemplo, desligamento, parcelamento e requerimento de outros serviços. Responsável: CAGECE. Local: Salas do EPJ (Recepção na sala de audiência – Hall do Bloco)

08h às 13h – Oferta de todos os serviços disponibilizados em postos de atendimento da COELCE, como por exemplo, desligamento, parcelamento e requerimento de outros serviços. Responsável: COELCE. Local: Salas do EPJ (Recepção na sala de audiência – Hall do Bloco)

08h às 13h – Emissão de carteiras de trabalho. Responsável: Instituto de Desenvolvimento do Trabalho – IDT. Local: Z70

08h às 13h – Lavratura de Registro de Nascimento e habilitação para casamento. Responsável: Cartório Noroes Milfont. Local: Z64

08h às 13h – Cadastramento para emissão de Passe Livre de Idosos. Responsável: SINDIONIBUS. Local: Z68

08h às 13h – Medição de massa corporal, teste de flexibilidade e força muscular. Responsável: Alunos do Curso de Educação Física/UNIFOR (Profa. Monica). Local: Estacionamento do Bloco Z – TENDA

08h às 13h – Solicitação de 2ª via de Certidão de Nascimento, atendimentos diversos. Responsável: Conselho Tutelar da Regional VI. Local: Z66

08h às 13h – Atendimentos sobre benefícios sociais. Responsável: INSS. Local: Estacionamento do Bloco Z – TENDA

08h30min – Exibição do filme “O TRIUNFO” (combate ao bullying). Responsável: Programa Criança e Adolescente. Local: Videoteca

09h – Teatro (grupo Mirante UNIFOR). Responsável: Programa Resgate Familiar (Projeto Cidadania Ativa). Local: Estacionamento em frente a entrada do EPJ

09h30 – Atendimento a mulheres vítimas de violência. Responsável: Programação de Proteção das Mulheres (Projeto Cidadania Ativa). Local: Núcleo D do EPJ

10h30min – SESSÕES DE CINEMA. Responsável: UNIFOR. Local: Videoteca

PALESTRAS/OFICINAS:

09h – “Os novos núcleos familiares na sociedade”. Público Alvo: Funcionários e pais de alunos da escola Dom Lustosa. Responsável: Programa Resgate Familiar (Projeto Cidadania Ativa). Palestrante: Naderja Naira Coelho – Assistente Social. Local: Sala Z69

09h – “Como regularizar meu negócio”. Público Alvo: Empresários do Dendê. Responsável: SEBRAE (Paulo Sérgio). Local: Sala Z67

10h – “Educação Fiscal, enfocando o Sistema Tributário e Direito Previdenciário”. Público Alvo: Empresários do Dendê. Responsável: RECEITA FEDERAL (Gilson Fernandes). Local: Sala Z67

10:30h – “Meu Primeiro Emprego e como me preparar para entrevistas  de emprego. Público Alvo: Adolescentes / Jovens. Responsável: Programa Direito Trabalhista (Projeto Cidadania Ativa). Local: Sala Z61

11h – “Como economizar energia”. Público Alvo: Toda a comunidade. Responsável: COELCE. Local: Sala Z65

Texto de Vivianne Rodrigues

Sessão especial do Cineclube resgata a auto estima do idoso

Foto: Thalyta Martins

Os cabelos podem ser brancos, mas a vida continua colorida para os idosos do “Grupo dos Cabelos Brancos do Dendê”. Em parceria com o Cineclube, o projeto psicopedagógico – que promove o resgate da alta estima do idoso – exibiu nessa tarde o filme “Up” no Auditório da Biblioteca da Unifor. Com a mediação da Marlene Cidrack, co-fundadora do projeto “Cabelos Brancos” e do professor de psicologia Márcio Acselrad, coordenador do Cineclube, o grupo composto por 70 idosos assistiu atento à história de um velhinho simpático que redescobre a vontade de viver e se aventurar novamente.

A atividade contou também com a colaboração de Camila Sales e Daniele Martins, estudantes de psicologia. Elogiadas pelos idosos, elas acompanham e ajudam a promover ações como passeios, aulas de dança e artesanato. “Não só os jovens aprendem com os mais velhos. Aqui, eles aprendem a trazer de volta o menino dentro deles”, conta Daniele.

Criado em 1999, o grupo formado por idosos com mais de 60 anos se reúne toda quarta-feira à partir das 14h no NAMI (Núcleo de Atenção Médica Integrada), desenvolvendo atividades voltadas a educação, saúde e cultura. Embora funcione em parceria com a universidade, o grupo nasceu a partir de inicativa privada, cuja liderança pertence a Fátima Sales, professora de enfermagem, Liana Moreira, terapeuta ocupacional e Marilene Cidrack, dentista.

Texto de Vivianne Rodrigues