[Foca Nessa] A letra por ela mesma

BA_cover_back_V1

Apostando no caráter acústico da música, os três irmãos Alejandro, Fabian e Daniel Manzano compõem a formação da banda Boyce Avenue. Os irmãos tiveram a oportunidade de dedicar-se a fundo na carreira musical logo após a graduação de Daniel na Harvard Law School. Desse modo, o nome foi escolhido a partir da combinação de duas ruas nas quais moravam os músicos, e a banda Boyce Avenue iniciou seus trabalhos no ano de 2004, tocando em festas e eventos locais.

Em 2007, com o intuito de promover sua música, a banda começou a produzir vídeos para serem postados no YouTube. Foram incluídas nestas postagens músicas de autoria própria e também o grande trunfo para o sucesso de visualizações dos três irmãos: os covers acústicos de artistas mundialmente conhecidos.

Estes covers apostam na ideia de que menos é mais, e buscam uma simplicidade visual, ao mesmo tempo em que se faz presente uma complexidade nos arranjos de cada instrumento para a produção da melodia. Entre os primeiros vídeos postados, estão os covers das músicas LoveStoned, de Justin Timberlake, Umbrella, de Rihanna, e Viva la Vida, da banda Coldplay.

O sucesso alcançado pela banda serviu como pontapé para os seus primeiros grandes shows, produzidos de maneira autônoma. Boyce Avenue já tocou nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Indonésia e em vários países da Europa. A turnê mundial trouxe tanto os covers acústicos, como as faixas do primeiro álbum, o All We Have Left, que pode ser baixado ou adquirido no site oficial da banda. O álbum também foi produzido independentemente, pela própria gravadora dos irmãos, a 3 Peace Records.

Os últimos covers da banda, em parceria com Beatrice Miller (participante do The X Factor), gerou questionamentos e discussões entre os fãs, já que se tratavam de duas músicas muito polemizadas pela mídia, sendo elas We Can’t Stop, da cantora e atriz Miley Cyrus, e Roar, da cantora Katy Perry.

As repercussão das duas músicas originalmente performadas não decorreu a respeito da letra em si, mas sim de toda a polêmica envolvida nos clipes, e também na qualidade vocal e em performances das cantoras em palco, como a de Miley no Video Music Awards de 2013.

Apesar disso, Boyce Avenue alcançou um alto número de visualizações desses dois covers, por fazer do acústico uma maneira simplista de demonstrar a qualidade e a possibilidade de explorar uma canção que já existe, não desprezando o que já foi feito, mas sim realçando e desenvolvendo caráteres ainda não experimentados.

Local Band performs in Orlando, Fla.

Hoje, Boyce Avenue tem mais de quatro milhões de inscritos no canal do YouTube, e conquista fãs de todo o mundo. Faz parceria com vários artistas musicais da web, como Tiffany Alvord, e com alguns que saíram de programas televisivos para descobrir novos talentos vocais, como o Fifth Harmony. A visão da música pop e do rock melódico sobre o ângulo de três irmãos apaixonados por percussão, guitarra, piano e muitos outros instrumentos, permite ao público alcançar uma perspectiva acerca da música fora dos holofotes, das polêmicas e de opiniões formadas a respeito da qualidade musical dos artistas.

Texto: Beatriz Santos

Brincadeiras do Dia da Mentira ainda são tradição

Como já é de costume, no dia 1º de abril as pessoas fazem brincadeiras umas com as outras, mentindo e enganando só para ver se a outra pessoa vai acreditar na mentira ou não. Mas não são só as pessoas comuns que fazem pegadinhas umas com as outras: agora existem empresas, principalmente as de tecnologia, que fazem pegadinhas com quem visita seus sites, publicando novidades e lançamentos falsos e absurdos, trollando os internautas.

Uma dessas empresas é a Google que criou o Gmail Blue, que seria um novo suposto serviço que deixaria o gmail todo azul. Ela inventou também a Google Noseque faria uma busca por cheiros após ser digitada uma palavra chave e, como último exemplo,  o fim do Youtube.

Gmail Blue. Foto: Reprodução
Gmail Blue. Foto: Reprodução

A Google também criou um mapa do tesouro no Google Maps, transformando o serviço num antigo mapa de exploração de tesouro; além da notícia do Google Glass ter sido criada por Leonardo Da Vinci que foi dada pelo site Mashable.

Google maps. Foto: reprodução
Google maps. Foto: reprodução

O Twitter também brincou com seus usuários dizendo que iria cobrar pelo uso das vogais nas mensagens. Quem também participou da brincadeira foi a Apple que publicou um anúncio no site IGN do seu videogame iPlay.

Twttr. Foto: reprodução
Twttr. Foto: reprodução

A verdade sobre 1º de abril 

  A brincadeira surgiu na França, no reinado de Carlos IX (1560-1574). Desde o começo do século XVI, o ano novo era comemorado em 25 de março, com a chegada da primavera. As festas, que incluíam troca de presentes e animados bailes noite adentro, duravam uma semana, terminando em 1º de abril.

 Em 1562, porém, o papa Gregório XIII (1502-1585) instituiu um novo calendário para todo o mundo cristão – o chamado calendário gregoriano – em que o ano novo caía em 1º de janeiro. O rei francês só seguiu o decreto papal dois anos depois, em 1564, e, mesmo assim, os franceses que resistiram à mudança, ou a ignoraram ou a esqueceram, mantiveram a comemoração na antiga data.

Alguns gozadores começaram a ridicularizar esse apego enviando aos conservadores adeptos do calendário anterior – apelidados de “bobos de abril” – presentes estranhos e convites para festas inexistentes. Com o tempo, a galhofa firmou-se em todo o país, de onde, cerca de 200 anos depois, migrou para a Inglaterra e daí para o mundo.

Texto: Lia Sequeira